Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021

Casa Digital Nova Conquista forma turma de informática básica

Casa Digital Nova Conquista forma turma de informática básica

03 novembro 2011 - 15h50
Divulgação (TP)

No último dia (28), a Casa Digital Nova Conquista formou sua segunda turma de Informática Básica. O Telecentro de Inclusão Digital funciona na sede Aesca/MS (Associação Estadual de Cooperação Agrícola), no Assentamento Itamarati, e foi montada graças à parceria entre MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra), AAFI (Associação de Agricultores Familiares do Assentamento Itamarati), MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário) e Ministério das Comunicações. A Casa Digital é mantida pela Secretaria Municipal de Educação e pelo NTEM (Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal), da Prefeitura Municipal de Ponta Porã.

Estiveram presentes na formatura: Hélio Peluffo Filho (Secretario Municipal de Infraestrutura); Professora Maria Leny Antunes Klais (Secretaria Municipal de Educação); Jair Kalschner (AAFI); Yolanda Gauto (Incra); Ruth Moura Derzi (Diretora NTEM); Mirian Moreno Jara (Coordenadora do NTEM); Rubens de Oliveira Paz (Professor Multiplicador do NTEM); Márcia Andréia Fabrícia Leite (Instrutora da Casa Digital Nova Conquista), e familiares de alunos.

A segunda turma contou com a participação de 85 alunos, que com uma carga horária de 60 horas, aprenderam os passos iniciais para trabalhar com computador. No conteúdo, os alunos tiveram noções sobre o sistema operacional Linux, o pacote BrOffice e navegadores da internet.

O objetivo destas ações é preparar os cidadãos para um mercado de trabalho que está cada vez mais exigente – mas, também, busca dinamizar a vida dos moradores do Assentamento Itamarati, seja pela otimização dos processos de ensino e aprendizagem nas escolas ou pela utilização de telecentros, onde qualquer cidadão pode, por exemplo, fazer uma pesquisa na internet, imprimir a segunda via de um boleto bancário ou mesmo receber lições de informática básica.

Segundo Hélio Peluffo, “No contexto da revolução digital em que nos encontramos, onde novas tecnologias surgem quase que diariamente, ações de Inclusão Digital têm feito diferença para que os moradores do Assentamento Itamarati, por meio desses cursos de informática, fiquem sincronizadas com esta nova exigência da vida em sociedade”. Conclui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÃO DE GOVERNO
Programa milionário para o esporte e investimentos para o setor elétrico ganham destaque
POLÍCIA
PMA de Batayporã autua jovem de 25 anos por maus-tratos a uma cadela Pit Bull
SAÚDE
Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior
REGIÃO
PMA captura tamanduá-bandeira refugiado dentro de depósito em sítio depois de ser acuado por cães