Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021

Câmara de Ponta Porã estará realizando sessão logo mais as 14 horas

Câmara de Ponta Porã estará realizando sessão logo mais as 14 horas

24 novembro 2011 - 07h00
Divulgação (TP)

Hoje, quinta-feira (24), a partir das 14 horas acontece a 36ª Sessão Ordinária do 6º Período Legislativo de 2011, sob a presidência do vereador Ramão de Deus (DEM), tendo como secretário o vereador Marcos Belo Benites (PSDB) e vice-presidente o vereador Ludimar Novais (PPS).

O PL nº 88/2011que “Dispõe sobre a autorização para alienação de bem imóvel inutilizado pelo Município de Ponta Porã, por meio de licitação e dá outras providências”, de autoria do Poder Executivo; PL nº 87/2011 que “ Dispõe sobre a doação de área de propriedade do município de Ponta Porã, e dá outras providências” de autoria do Poder Executivo.

Será feita a leitura do Projeto de Decreto nº 14/11 que “Concede Título de Cidadão Pontaporanense” a Nery da Costa Junior, de autoria da Vereadora Profª. Dulce Manosso; Projeto de Decreto nº 15/11 que “Concede Título de Cidadão Pontaporanense” a Roberto Luiz Ribeiro Haddad de autoria da Vereadora Profª. Dulce Manosso e o Projeto de Decreto nº 16/11 que “Concede Título de Cidadão Pontaporanense” a José Roberto Teixeira, de autoria do Vereador Daniel Valdez - Puka.

No quadro do grande expediente, os vereadores inscritos na lista estarão usando da palavra para falar sobre assuntos diversos e matérias apresentadas na sessão.

O presidente da Câmara, vereador Ramão de Deus, convida toda comunidade para acompanhar os trabalhos que estarão sendo realizados, no plenário professor Isaac Borges Capilé ou através do TV Web pelo site www.camarapontapora.ms.gov.br/ ou ainda pelas ondas da Rádio Fronteira AM 670 Khz.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pfizer entrega mais 1,3 milhão de doses de vacina ao Brasil
CULTURA
Festival da Literatura Indígena terá palestras, oficinas e música
ECONOMIA
Crescem reclamações sobre cobranças indevidas de crédito consignado
POLÍCIA
PMA de Dourados prende e autua dois pescadores por pesca e transporte de pescado ilegal