Menu
Busca sexta, 18 de junho de 2021

Eleição na Associação Comercial será dia 24 de maio

Eleição na Associação Comercial será dia 24 de maio

24 abril 2012 - 16h50
Mercosulnews


Em reunião realizada nesta segunda-feira (23) a diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã (ACEPP) decidiu qual será a nova data das eleições para a escolha da diretoria que atuará no comando da entidade no biênio 2012/2014.
A data marcada é o dia 24 de maio (quinta-feira) no horário das 8h00 às 12h00. A decisão é decorrente da anulação do pleito marcado para este dia 28 (sábado), resultado de uma série de falhas da atual diretoria e de uma sequência de “furos” no estatuto da entidade.

O primeiro deles foi o esquecimento de escolher uma comissão eleitoral que, segundo o estatuto deve receber o cadastro das chapas concorrentes. Todavia, o mesmo documento prevê que tanto a comissão quanto o registro das chapas deve ocorrer em até 10 dias antes da eleição, ou seja, teria que ser feito até o último dia 18. Mas, o estatuto não diz que o horário limite é o das 17h00. O registro, assim, poderia ser feito até às 23h59 daquele dia. Da mesma forma a comissão poderia ser escolhida até este mesmo horário.

Contudo, como bem observou um esclarecido jornalista que discutia o assunto com a reportagem, “se alguém inventasse de montar uma chapa às 23h45min do último dia 18 e quisesse registrá-la, como faria”? Entende-se que não houve necessidade de tamanho apuro e de tanta discussão em torno do horário de fechamento do prazo para registro.

Outro detalhe, o ideal seria que a comissão, composta por três membros (presidente e dois secretários) e que, convenientemente, deverá ser escolhida pela atual diretoria até o dia 15 de maio, para não haver outro atropelamento, fosse composta por pessoas neutras. Por exemplo: um funcionário de um cartório eleitoral, um representante da OAB e um de qualquer outra entidade, preferencialmente não ligada ao comércio.

Da forma que está os três membros devem ser nomeados pelo atual presidente. Mas, o estatuto, outra vez, não diz quem deve escolher estas pessoas. A atual diretoria integra mais da metade de uma das chapas que disputa o comando da ACEPP, o que dá nítida conotação de que pode haver favorecimento de um dos lados na disputa.

Na reunião desta segunda-feira, até a presença de um jornalista incomodou um membro da atual diretoria, por sinal integrante de uma das chapas. Das pessoas presentes havia apenas um integrante de uma chapa e os demais, cerca de 4 ou 5 de outra. O que poderia haver de tão secreto que a presença de um jornalista estaria incomodando tanto?

De qualquer forma, a data está marcada, a comissão eleitoral deverá ser nomeada a tempo para receber novamente as inscrições, deste vez espera-se sem tumulto e civilizadamente, para o bem da democracia e para preservar a integridade da ACEPP, de seus associados e dos componentes das duas chapas. Isto se até lá não surgir uma terceira via.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Neno Razuk solicita construção de um Pronto-Socorro no Hospital Regional de Ponta Porã
DIREITOS HUMANOS
Número de crianças vítimas de acidente de trabalho cresceu 30% em 2020
PGE
PGE publica resolução que padroniza compra e venda de imóvel
SAÚDE
Transmissão de doenças respiratórias está elevada em quase todo o país