Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021

Em Ponta Porã, mulher é agredida várias vezes por marido enlouquecido

Em Ponta Porã, mulher é agredida várias vezes por marido enlouquecido

03 janeiro 2012 - 13h05
Divulgação

Na manhã de 02 de janeiro de 2012, policiais militares foram até a rua Honoropolis, no bairro Jardim Panambi e em contato com a solicitante/vitima de 20 anos, a mesma relatou que na data de ontem, recebeu alguns convidados em sua residência e que serviu o jantar para os mesmos, momento em que seu esposo pediu para que a vítima lhe servisse um prato de comida.

Ao receber o prato de comida das mãos da vítima, o autor dirigiu-se até seu quarto para efetuar a refeição e, em seguida, retornou à cozinha e, sem motivo aparente algum, começou a agredi-la, chamando-a de: "vagabunda; você não vale nada; você é uma vadia, prostituta!".

Após as agressões verbais, a vítima pegou um colchão no quarto e o colocou no chão para que ela pudesse dormir.

Na data de hoje, ao amanhecer, enquanto a vítima dormia no colchão (no chão), o autor começou a chutá-la na região da cabeça, nas costelas e nas pernas, levando a vítima a acordar devido à agressão. Depois, o autor saiu de casa e retornou mais tarde em estado de embriaguez, onde iniciou novamente as agressões contra a esposa que chamou a polícia através do 190 e nesse intervalo o autor evadiu-se do local tomando rumo ignorado. Policiais efetuaram rondas pelas imediações, mas não obteve êxito em localizar o autor.

A tardezinha o autor retornou à residência e iniciou novamente as agressões contra a vítima, desferindo-lhe tapas no rosto; a vitima novamente solicitou a presença da PM, que prontamente se fez presente e foi efetuado a prisão do autor, sendo encaminhado até o 1º DP para que fossem tomadas as providências cabíveis sendo entregue sem lesões corporais, juntamente com a vítima a qual foi entregue com alguns arranhões nas pernas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÃO DE GOVERNO
Programa milionário para o esporte e investimentos para o setor elétrico ganham destaque
POLÍCIA
PMA de Batayporã autua jovem de 25 anos por maus-tratos a uma cadela Pit Bull
SAÚDE
Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior
REGIÃO
PMA captura tamanduá-bandeira refugiado dentro de depósito em sítio depois de ser acuado por cães