segunda, 22 de julho de 2024
Governo

Empresa com R$ 16,7 milhões em contratos com Governo é suspensa por 6 meses

Construtora foi contratada para manter rodovias de duas regiões do Estado

15 dezembro 2015 - 12h57Por Fonte: correiodoestado
Com pelo menos dois contratos ativos com o Governo do Estado que juntos somam R$ 16,7 milhões, a empreiteira Campoterra Construtora LTDA teve um dos contratos rescindidos pela Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) nesta terça-feira (15). Além da rescisão, a empresa não poderá participar de novas licitações pelo prazo de 6 meses.

O contrato rescindido foi firmado em agosto deste ano depois da Campoterra vencer licitação aberta em março para manutenção de rodovias pavimentadas e não pavimentadas da região de Miranda, cidade distante 203 quilômetros da Capital.

Na época, o Governo afirmou que pagaria R$ 8,6 milhões pelo serviço. A Agesul não informou o motivo da rescisão e nem se a empresa já iniciou os trabalhos na região de Miranda.
Outro contrato vencido pela Campoterra, no mesmo mês, foi para manutenção de estradas na região de Naviraí, distante 359 quilômetros da Capital. Para este serviço, o Governo pagou R$ 8,1 milhões.

Ainda não se sabe se com a rescisão e a suspensão, este outro contrato também será suspenso. A reportagem apurou, conforme dados da Receita Federal, que a empreiteira pertence às empresárias Eliane Possebon Pradebon Tolentino e Sandra Regina Barbosa Barreto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Início de operação da fábrica de Ribas do Rio Pardo consolida MS como vale da celulose

ECONOMIA

Mercado voluntário de carbono no Brasil recua em 2023

Dados são do Observatório de Bioeconomia da FGV

BRASIL

Conab recebe mais R$ 115 milhões para apoio à comercialização da agricultura familiar

DIREITOS HUMANOS

Cimi: políticas públicas ainda não frearam violência contra indígenas

Relatório cita fortalecimento e retomada de ações de fiscalização