Menu
Busca segunda, 02 de agosto de 2021

FAP promove Dia da Responsabilidade Social

27 setembro 2011 - 17h30
Acadêmicos e professores atendem chamado e participam de campanha de doação de sangue

Divulgação (TP)


A FAP- Faculdade de Ponta Porã desenvolveu um trabalho especial para marcar o Dia da Responsabilidade Social, data em que várias instituições particulares de ensino superior, de todo o Brasil, promovem ações voltadas para beneficiar diretamente a população. Pelo segundo ano consecutivo, a FAP promoveu uma campanha de incentivo à doação de sangue.

No sábado pela manhã, vários alunos e professores foram ao Hemonúcleo de Ponta Porã para doar sangue. Todos aprovaram a iniciativa desenvolvida pelas coordenações dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Geografia, História e Letras.

O acadêmico do curso de Geografia, Edilson Sanguina da Silva, disse que se tornou um doador recentemente. “Tive que ajudar um parente em Dourados, que tinha sofrido um acidente. Achei muito importante e, agora, sempre que puder, vou doar”, afirmou. Ele elogiou a iniciativa da FAP em promover a campanha de estímulo à doação de sangue no Dia da Responsabilidade Social: “doar sangue é doar vida. Não existe nada mais nobre do que ajudar os outros”, declarou Edilson.

Jaqueline Iahn, do curso de Letras, também se apresentou voluntariamente no Hemonúcleo de Ponta Porã. Ela já é doadora cadastrada, inclusive em Portugal, onde morou recentemente. “Já doei sangue varias vezes. A primeira foi aos 19 anos, no Paraguai”, informou. Além de ser doadora de sangue, Jaqueline também se cadastrou como doadora de medula óssea, outra campanha desenvolvida pelo Hemonúcleo de Ponta Porã.

Outro acadêmico que deu bom exemplo de cidadania foi Agapito Boeira Junior, do curso de Geografia. Ele atendeu ao chamado dos professores da FAP e se dispôs a doar. “É só chamar, pois acho muito importante esta iniciativa. Poder ajudar a quem precisa é gratificante”, garantiu.

Sua colega Alessandra Lais Flores, do curso de Administração, também compareceu para doar. “É a terceira vez que venho ao Hemonúcleo. Este tipo de iniciativa tem o meu apoio, sempre”, afirmou, momentos antes da coleta do sangue.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INVESTIGAÇÃO EM SP
Homem leva menina de 15 anos ao hospital e diz que ela morreu após sexo; polícia investiga
ECONOMIA
Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão
Esse é o montante pago em tributos federais, estaduais e municipais
EDUCAÇÃO
Volta às aulas: especialistas explicam em 10 pontos como fazer um retorno mais seguro
ESPORTES
Bronze olímpico nos 50 m livre coroa regularidade de Bruno Fratus