Menu
Busca quarta, 23 de junho de 2021

“Fronteira Unida II” tem balanço parcial

“Fronteira Unida II” tem balanço parcial

28 abril 2012 - 16h26
Mercosulnews

O comando do 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado organizou, na manhã deste sábado (28), uma entrevista coletiva à imprensa para divulgar um balanço parcial da Operação “Fronteira Unida II”, que reúne homens do Exército e da Marinha do Brasil, além de efetivos das polícias Federal, Civil, Militar, DOF (Departamento de Operações da Fronteira), CIGCOE (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises), Força Nacional e das polícias rodoviárias Estadual e Federal, bem como agentes da Polícia Nacional do Paraguai (em Ponta Porã) e da Polícia Nacional da Bolívia (em Corumbá).


Representando as forças policiais e militares estiveram presentes à coletiva o comandante do 11º RCMec, t. cel. Paulo Roberto Silva Gomes Filho, o comandante do 4º BPM, t. cel. André Luiz Saab, o t. cel. Paulo Vargas de Oliveira, do 3º Batalhão de Aviação do Exército, o delegado regional de Polícia Civil Sandro Márcio Pereira, o delegado da PC Odorico Mendonça, do 1? DP, o inspetor da Polícia Rodoviária Federal Marcos Fernando Pereira, o cap. Paulo Silas Barros de Brito, da Força Nacional e o delegado da PC de Antônio João Edmilson Holler. A Polícia Federal não enviou representante.


Apesar de todos os órgãos de imprensa da fronteira terem sido comunicados sobre a entrevista coletiva, incluindo aí emissoras de rádio e de televisão, jornais e sites, só estiveram presentes à reunião o Jornal de Notícias, o Jornal da Praça e o Mercosul News.


A operação cumpre o que foi determinado pelo Plano Estratégico de Fronteiras, elaborado pela Presidência da República, está sendo conduzido pelo GGI-Fron/MS (Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira) e deve ter continuidade ainda nesta sábado e no domingo.


A operação tem como objetivo coibir os delitos trasnsfronteiriços em toda a faixa de fronteira do Estado, com destaque para o tráfico de drogas e o contrabando de armas e cigarros.


Na área do Cone Sul de Mato Grosso do Sul, o Exército está representado pela 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, que está desdobrada em toda a linha de fronteira, desde Nioaque até Mundo Novo. O dispositivo da Brigada está constituído de seis postos de bloqueio de estradas, ocupados por tropas do 10º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Bela Vista), 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Ponta Porã), 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Amambai) e do 9º Grupo de Artilharia de Combate (Nioaque).


Para esta missão, a Brigada está empregando cerca de 100 homens e 20 veículos mecanizados e blindados, além do armamento individual e de equipamentos de comunicação. A operação está sendo controlada, na área da Brigada, desde Dourados e em seu conjunto desde Campo Grande, onde foi constituído o Centro de Controle de Operações, com representantes de todas as agências envolvidas.


O relatório apresentado pelas Forças Armadas dá conta de que o custo operacional para o Exército e para a Marinha gire em torno de R$ 71 mil, incluindo os três dias de operação. Além dos postos de bloqueio nas estradas, atividade atribuída ao Exército, a Marinha foi incumbida de efetuar patrulha fluvial em Corumbá. As despesas da Polícia Militar e da Polícia Civil não são de competência das unidades locais. O total gasto deverá ser revelado pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado em tempo hábil. Da mesma forma, órgãos federais como a PF a PRF e a Força Nacional não revelaram custos operacionais.


No total, incluindo as Forças Armadas e os órgãos de segurança pública, está sendo empregado um efetivo total de 975 homens e mulheres. Além dos veículos terrestres, convencionais e blindados, estão sendo empregadas duas aeronaves (helicópteros) do tipo Pantera e Esquilo em condições de reconhecimento e ataque, já que possuem armamento externo.


Da mesma forma, em Corumbá, a Marinha e a 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, utilizam um navio patrulha e duas lanchas, bem como unidades terrestres. A Polícia Rodoviária Federal também está utilizando um helicóptero, que está em operação na região do município de Jardim.


POLÍCIA MILITAR


O relatório apresentado pela Polícia Militar diz que durante a operação foram abordadas 330 pessoas, bem como cumpridos oito mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão e 15 pessoas foram detidas. Também foram apreendidas nove armas de fogo, sendo uma pistola 9mm (israelense), uma pistola calibre 635, uma garrucha calibre 22, uma espingarda calibre 12, uma espingarda calibre 22, uma espingarda calibre 36 e uma espingarda calibre 44. A PM apreendei, ainda, 25 munições intactas dos calibres 12, 22, 38 e 9mm.


No rol de apreensões a PM relatou 807 gramas de pasta base de cocaína, 26 papelotes do mesmo entorpecente, uma porção de cocaína, um quilo de maconha, cinco porções de maconha, dois pés de maconha, oito bolas de haxixe, 40 gramas de crack e 97 pedras de crack.


A Polícia Militar vistoriou 190 veículos de quatro rodas e 480 motocicletas. Um veículo roubado foi recuperado, e nove veículos de quatro rodas e outros 88 de duas foram apreendidos. Nas apreensões também estão R$ 1.800,00 e 160 mil guaranis.


POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL


Por sua vez, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 170 caixas de cigarros contrabandeados (8.500 pacotes), 400 quilos de maconha, 20 embalagens de agrotóxicos contrabandeados, 17 ampolas de anabolizantes, 12 mil munições de diversos calibres, 48 equipamentos eletrônicos importados irregularmente, um veículo lacrado, 14 volumes de mercadorias contrabandeadas e cinco veículos com drogas, bem como recuperou três carros roubados.



POLÍCIA CIVIL


O delegado Sandro Márcio Pereira disse à imprensa que a Polícia Civil entrou na operação “Fronteira Unida II” com quatro delegados de polícia, seis escrivães, 16 investigadores e dois datiloscopistas, além de oito viaturas. A PC também apreendeu drogas, armas e cinco pessoas.


Foram presos em flagrante delito pela Polícia Civil por tráfico de drogas Silvino Veja (26), Éber Pimentel (23), Nildo Lopes (29), Daniel Martinez (37), Luciana Ruiz (42) e Édson Batista (25). Já Diogo Fernandes (18) foi preso em flagrante por porte de munições e arma de fogo e Bernardino Cabanhas (27) foi conduzido por porte de munições.


A Polícia Civil revelou, ainda, que diligências na cidade de Amambai resultaram da recaptura do foragido da Justiça Almir Lopes e na prisão por porte de arma de Claudemir Pereira. Em Ponta Porã também foram conduzidos à Delegacia de Polícia Andy Uehenna (46), Sérgio Castro (31), Isaias Silva (37), Reonilda Nascimento (43) e Reinilson Mendonça (31), todos por porte de porções de drogas para consumo. Por sua vez, Jonatan Tavares (33) foi preso em flagrante por furto qualificado, tendo sido apreendidas em seu poder diversas peças de bijuterias avaliadas em R$ 950,00.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul já vacinou 51,8% da população adulta contra Covid-19
BATAGUASSU
Polícia Civil realiza orientações e verificações preventivas em parceria com PRF
CORONAVÍRUS
Sistema de Regulação aponta que de 10 internados em UTI em Campo Grande, 8 são do próprio município
COSTA RICA
Polícia Civil prende em flagrante traficante de drogas pela quarta vez em menos de 2 anos