Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021
Greve

Funcionários da Enersul deflagram greve a partir de hoje

04 dezembro 2014 - 08h41Por Fonte: douradosagora
Um total de 1,2 mil servidores da Enersul entram em greve a partir de hoje. Com isto serviços como cortes de energia, liga e religa além de pagamentos e parcelamentos estão suspensos. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria e Comércio de Energia de MS (Sinergia), Elvio Marcos Vargas, a princípio estão previstos dois dias de paralisações, porém se não houver avanço das negociações com a Enersul a greve pode se estender por tempo indeterminado. A categoria reivindica reajuste salarial e protesta contra a demissão de 50 trabalhadores.

Élvio Vargas explicou que existe uma defasagem salarial nos ganhos reais e cobra um reajuste de pelo manos 3.5%, além do pagamento da inflação e 10.14% do reajuste no ticket. Além da solicitação de Plano de Cargo e Salário que estaria há anos sem aumento, segundo o sindicato, eles também vão lutar pelo reajuste da PLR (Participação de Lucros e Resultados). “Atualmente recebemos um salário de R$ 1.064, e queremos apenas aquilo que é direito do trabalhador”, comenta.

Conforme o Sindicato, a data base para as negociações do Acordo Coletivo de Trabalho é o mês de novembro, porém e até ontem a empresa não havia sinalizado avanço nas negociações. Conforme o sindicato, ela estaria disposta a pagar apenas o reajuste da inflação. Em assembléia realizada no último dia 1º, ficou decidido que apenas os serviços essenciais vão ser mantidos, como manutenção de torres, leituras e entre outros. Portando, cerca de 30% do efetivo irá trabalhar. Este atendimento será destinado a questões emergenciais como o desabastecimento em hospitais, por exemplo.

DOURADOS

Em Dourados 100 trabalhadores entram em greve, mantendo apenas 30% do efetivo. De acordo com o diretor de base do Sinergia, Antônio Carlos Rodrigues Camuci, o grupo estará com cartazes e faixas em protesto a partir das 7h30 em frente a sede da Enersul. Conforme ele, com a paralisação, os clientes só terão o serviço call center para tentar atendimento. Este serviço é realizado por uma terceirizada da Enersul. O telefone para contato é o: 0800 722 7272.

ENERSUL
Em nota a Enersul informou que passou, recentemente, por uma recuperação judicial e uma intervenção da ANEEL- órgão regulador federal, que culminaram na mudança do seu controle acionário em abril deste ano. “Desde então, muitos esforços vêm sendo feitos com vistas à busca do equilíbrio econômico-financeiro da empresa, à retomada dos investimentos e à melhoria das condições de trabalho.

As negociações para o Acordo Coletivo de Trabalho tiveram início no último dia 12, porém até o momento, não foi possível chegar a um acordo definitivo embora avanços tenham sido obtidos – razão pela qual a empresa reitera sua disposição para continuar buscando o consenso. A Enersul/Energisa busca a melhor solução para atender funcionários, equilibrar investimentos e garantir o fornecimento dos serviços aos consumidores de todo o Estado.

A Enersul/Energisa reafirma que, durante a greve, os serviços à população serão mantidos, com menor impacto possível, e espera que o Sindicato atenda ao disposto na Lei 7.783/89”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Pão francês só poderá ser comercializado por quilo, a partir de junho
NOVA ALVORADA DO SUL
Policiais civis prendem suspeito de homicídio
CORUMBÁ
Polícia Militar prende dupla por tentativa de assalto a mão armada
DOURADOS
Jovem é preso com veículo roubado após denúncias de furto