Menu
Busca sexta, 16 de abril de 2021
Capital

Inflação de produtos da ceia natalina chega a 102%

01 dezembro 2014 - 09h15Por Fonte: correiodoestado
O consumidor campo-grandense que decidir antecipar as compras dos tradicionais itens da ceia de Natal para esta primeira semana de dezembro deve preparar o bolso. As variações de preço podem chegar a até 102% em alguns dos produtos, conforme constatou o Correio do Estado durante pesquisa realizada em quatro supermercados de grandes redes da Capital.

As maiores altas foram observadas entre os panetones, seguidos das frutas secas, mas também houve casos de estabilidade e até mesmo queda de preços em aves especiais e bebidas, aspecto que exige atenção redobrada para garantir o máximo de economia neste fim de ano. Para chegar à relação de itens, assim como fazer o comparativo de preços, a reportagem baseou-se em pesquisa realizada no ano passado nesta mesma época pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul (Procon-MS).

Desta forma, quando apurados os preços dos panetones, a maior alta vem do Qualitá trufado 500 gramas — vendido por R$ 14,99, o panetone está 102,13% mais caro que no ano passado. Outras variações significativas são do panetone Village 500 gramas, sabores light (frutas) e chocolate, vendidos por R$ 14,99. Em relação ao ano passado, o preço das tradicionais iguarias de Natal da marca está respectivamente 51,41% e 53,19% maior que o comercializado na época da pesquisa do Procon. Já a variação do panetone Nestlé Prestígio 500 gramas, vendido por R$ 19,99, chegou a 21,16%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
"Respiradores salvam vidas e essa é nossa meta", diz Neno Razuk em pedido de recursos para compra
CRIME AMBIENTAL
PMA autua pecuarista desmatamento dentro da Unidade de Conservação de Proteção Ambiental
BRASIL
Covid-19: em uma semana, mortes aumentam 8% e casos 6%
CASSILÂNDIA
Polícia Militar tira de circulação mais um foragido da justiça