Menu
Busca quarta, 23 de junho de 2021
GERAL

Maio da Diversidade LGBT+ terá mais de 100 ações do Governo MS

11 maio 2021 - 13h30Por Portal Governo MS

A Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas LGBT+, divulga nesta terça-feira (11) o calendário de atividades da campanha “Maio da Diversidade LGBT+”.

A campanha que neste ano celebra os 10 anos Lei nº 4.031, que instituiu o dia 17 de Maio, como o Dia Estadual de Combate à Homofobia em Mato Grosso do Sul, e os 31 anos, que a Assembleia Geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou oficialmente que “a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio”, eliminando assim a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças, tem a participação de mais de 80 instituições.

“Estamos muito felizes com o engajamento das instituições e organizações em realizar essa campanha com a Subsecretaria. O Maio da Diversidade é uma jornada da cidadania LGBT+, nós lançamos oficialmente na segunda-feira (03) durante uma live, e na sequência já iniciamos algumas ações. Mas hoje estamos publicando o calendário completo para que todas as pessoas possam acompanhar e somar conosco nessa luta por respeito, cidadania e direitos”, explica o Subsecretário de Estado de Políticas Públicas LGBT+, Leonardo Bastos.

Durante o mês está previsto também a divulgação de campanhas educativas com a temática LGBT+ pelos parceiros. Acesse aqui o calendário.

As ações estarão disponíveis no site www.cidadanialgbt.ms.gov.br o novo canal de comunicação do Governo do Estado com pautas LGBT+.

Nas redes sociais da Subsecretaria @SubLGBTMS ou sublgbt_ms também é possível acompanhar diariamente as atividades propostas para o mês.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul já vacinou 51,8% da população adulta contra Covid-19
BATAGUASSU
Polícia Civil realiza orientações e verificações preventivas em parceria com PRF
CORONAVÍRUS
Sistema de Regulação aponta que de 10 internados em UTI em Campo Grande, 8 são do próprio município
COSTA RICA
Polícia Civil prende em flagrante traficante de drogas pela quarta vez em menos de 2 anos