Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021

Na tarde dessa sexta-feira, comunidade faz manifesto contra circo

Na tarde dessa sexta-feira, comunidade faz manifesto contra circo

27 abril 2012 - 09h15
Dora Nunes





A comunidade de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero está indignada com um circo que está instalado na cidade paraguaia e que expõe animais visivelmente mal tratados e humilhados.

Através de redes sociais, a população mostrou toda sua revolta com a situação deplorável dos referidos animais e está organizando para a tarde dessa sexta-feira, às 17 horas, na frente do Posto Futurista, uma manifestação, convidando a todos os que não gostam de ver animais expostos a situação degradante que compareçam levando suas faixas, cartazes e apitos. O intuito é chamar a atenção das autoridades paraguaias que até o momento não se manifestaram contra o circo.

Infelizmente as autoridades brasileiras nada podem fazer uma vez que o circo está em território paraguaio.

As pessoas revoltadas com tal situação pedem a todos os pais que não levem seus filhos para assistir ao espetáculo de horrores, não incentivar a existência de circos que ainda exploram economicamente, animais que deveriam estar livres em seu habitat natural ou em lugar adequado a sua existência.

No Estado de Mato Grosso do Sul, é proibido a participação de animais em espetáculos circenses, através da Lei 3642 de 2009. Além de MS, Alagoas, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Espírito Santo também proíbem a participação dos animais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
PM apreende carro transportando pneus e cigarros
LEGISLATIVO DE MS
Com mortes de bancários, Neno volta a defender inclusão do grupo na vacinação contra Covid
IMUNIZAÇÃO
Com cobertura em 40,06%, campanha de vacinação contra a Influenza continua em Mato Grosso do Sul
JUSTIÇA
Barroso mantém decretos estaduais sobre medidas contra covid-19