Menu
Busca sábado, 25 de setembro de 2021
PGE

"O espaço da mulher na política" é tema de curso com presença da procuradora-geral

09 julho 2021 - 11h30Por Portal Governo MS

Na primeira aula do curso de iniciação à formação política para mulheres “Mais mulheres na política, mais políticas para mulheres”, oferecido pela Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, a procuradora-Geral do Estado, Fabíola Marquetti Sanches Rahim, foi convidada a ministrar para as participantes.

Agradecida pelo convite e durante toda a apresentação, a gestora da PGE de Mato Grosso do Sul fez diversas provocações com afirmações firmes e apresentou informações de pesquisas de âmbito nacional. “Já começo apontando esta questão: Qual a dificuldade para a participação da mulher na política ? Por que nosso país tem uma representatividade feminina tão pequena chegando a ocupar o penúltimo lugar dos países da América Latina? Países considerados modelos, neste contexto de gênero na política, como México e Argentina estão muito à frente de nós, inclusive, a legislação do México é uma das mais avançadas”, afirmou.

Dando continuidade a sua fala, a procuradora-Geral de Mato Grosso do Sul também pontuou sobre o futuro. “Como queremos ter mulheres, pensando em política se não temos em quem se espelhar? Se não discutimos política a não ser em ano eleitoral? Precisamos indicar referências às crianças independente delas serem meninos ou meninas. Nossas referências femininas na política são muito poucas”, frisou.

Sustenta por dados, Fabíola Marquetti, mostrou o quanto as lideranças políticas e a classe feminina precisam se unir para alcançarem maiores voos. “ No Brasil 52% da população são mulheres. Contudo, somente 10% dos cargos eleitos são ocupados por pessoas do gênero feminino. Em 2020, apenas 12% das prefeituras do Brasil elegeram uma mulher. E uma observação muito importante, desse total, 98% dos municípios tem menos de 100 mil habitantes. E por que?”, destacou.

Em toda a apresentação, a primeira procuradora-Geral do Estado de Mato Grosso do Sul, em 40 anos da instituição, refletiu e instigou sobre o tema proposto. Concluindo com uma frase da deputada estadual de Alagoas, Jó Pereira: “As mulheres no passado e o direito de ser votada. Eu acho que o papel dessa geração é ocupar os espaços”.

Ao final, parabenizou toda a equipe e o trabalho que vem sendo executado pela subsecretária de Estado de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja, que também compartilhou a temática da primeira aula “O espaço da mulher na política” do Curso.

Abertura

O início do evento on-line, realizado nessa quinta-feira (8.7), coube à Luciana Azambuja que falou sobre a importância do voto feminino (no mundo e também no Brasil), a origem da participação das mulheres na política e todos os reflexos para a atualidade, das cotas de gênero, da PEC 134/2015, da violência de gênero na política e também da presença feminina na política no Estado.

Mais detalhista, a subsecretária citou a representação feminina em Mato Grosso do Sul, gerada nos “20 anos de cotas para as mulheres” (1998 a 2018) e apresentou dados importantes. Durante duas décadas em Mato Grosso do Sul apenas 10 cargos foram ocupados por mulheres na Assembleia Legislativa, sendo que o último foi assumido por uma mulher (em razão de ser a primeira suplente).

Luciana Azambuja finalizou sua apresentação ressaltando um dos motivos de sua luta e trabalho diário. “Acreditamos que o aumento da participação das mulheres nos espaços de poder e decisão contribui significativamente para a superação das desigualdades de gênero. Por isso, lutamos por mais mulheres na política e por mais políticas para as mulheres, especialmente na área de enfrentamento à violência”, concluiu.

Para quem tiver interesse e quiser assistir a íntegra do evento, que também foi transmitido ao vivo por uma plataforma digital, é só acessar este link.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
CNC: comércio terá a melhor contratação de temporários desde 2013
MEIO AMBIENTE
Estado já tem 1.688 barragens regularizadas junto ao Imasul, maioria de pequeno porte
POLÍCIA
Homem é preso em flagrante por policiais civis suspeito de tentar estuprar a própria sobrinha
SAÚDE
ANS: cai ocupação de leitos de UTI para atendimento à covid-19