Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021

Paz é o tema central de projeto da Escola Municipal Adê Marques

12 setembro 2011 - 13h35
Paz é o tema central de projeto da Escola Municipal Adê Marques

Divulgação (TP)




A Escola Pólo Municipal Prefeito Adê Marques criou um projeto com o objetivo central de promover espaços de articulação, reflexão, brincadeiras, formação e implementação de ações, tendo como temática a cultura da paz.

As atividades levam em conta a importância da escola como agente social e que em todo o espaço escolar: na ótica dos idealizadores do “Agente da Paz”, a educação para a paz implica num amplo processo participativo que busque mudar o nosso jeito de pensar, mudar nossos hábitos e promover o aprendizado da paz, da ética, da solidariedade, da cidadania ativa e da justiça.

A diretora da escola, Giseli Souza de Oliveira, informou que o Projeto “Agente da Paz” tem como proposta elaborada e formatada pela Comissão Pedagógica, em etapa posterior a uma série de debates realizados com todos os inicialmente envolvidos, para definições quanto à concepção, diretrizes e metodologias para sua execução.
Segundo a coordenação da escola, “é importante lembrar que toda esta realidade de violências presente no cotidiano dos brasileiros vem merecendo destaque e preocupação por parte de nossas autoridades, sejam elas do poder executivo, legislativo ou judiciário. Nisso, pode-se destacar “O Pacto pela Paz”, instituído pela ONU, do qual o Brasil é signatário. A Declaração e Plano de Ação para uma Cultura de Paz, aprovada por unanimidade pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 13 de setembro de 1999, elegeu a década 2001-2010 para dedicação integral a uma Cultura de Paz e Não-Violência às crianças do mundo, sendo obrigação dos países signatários o resgate de valores, atitudes, tradições e estilos de vida voltados para a Paz com sua incorporação a nossa conduta diária”.

O Projeto constitui-se um dos desdobramentos das campanhas em prol da paz que vêm sendo realizadas nos últimos anos em todo o mundo, em várias regiões do Brasil. Contudo, mais do que fertilizar tais campanhas – periódicas e pontuais – adota seu sentido como processo, constituído a partir e com o estabelecimento de uma rede de relações (inter) institucionais e (multi) profissionais, das esferas estatais e da sociedade civil organizada, aí envolvidos os três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.

Propõe o desenvolvimento de ações parceiras para o enfrentamento da violência, nas suas diferentes manifestações que, infelizmente, permeia e perpassa a nossa sociedade em escala crescente. Para tanto, uma de suas metas é trabalhar no sentido de substituir a cultura da violência instalada – poder-se-ia dizer, praticamente institucionalizada –, por uma nova cultura: de paz.
As diretrizes principais partem de dois eixos:

1- Formação de Multiplicadores do Projeto;

2- Ações pedagógicas desenvolvidas a partir dos ambientes escolares:


O público-alvo do Projeto são crianças integrantes da escola E.P.M. Prefeito Adê Marques, além dos pais, familiares, professores e comunidade em geral.

Por fim, o processo da “Educação para a paz” encoraja a reflexão, o pensamento crítico e se baseia em valores como dignidade, igualdade, respeito e tolerância para com o outro. Pela nobreza e importância da causa, o projeto “Agente da Paz” merece, indubitavelmente, o pronto engajamento de toda a sociedade Pontaporanense.

O projeto envolve os alunos do 5° Ano “A” e “B”, em períodos opostos aos de aula.
Parceiros envolvidos: Escola Pólo Municipal Prefeito Adê Marques. Diretora: Giseli Souza de Oliveira; Coordenadoras: Cleide Morais de Souz Santos, Edicleide Ayala Matheussi e Maria Olga Aquino. A Professora de Tecnologia: Monalisa Mara Meninelli Molina e todos os demais professores e alunos da escola.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Bolsas do Prouni: prazo para entrega de documentos termina hoje
MS
Mesmo com pandemia, mercado de veículos usados é aquecido e alegação de venda cresce 16% no Estado
LEI
Faturas poderão divulgar mensagem sobre doação de sangue
PONTA PORÃ
PM prende homem com MP em aberto