Menu
Busca quinta, 05 de agosto de 2021

Diretoria e sócios definiram como será a participação do clube no evento este ano

Diretoria e sócios definiram como será a participação do clube no evento este ano

04 novembro 2011 - 09h05
Redação - Tião Prado

Na noite de quinta-feira (3), a diretoria do Ponta Porã Moto Clube se reuniu com todos os seus sócios e simpatizantes na sede do Explodecar para tratar sobre a participação do clube no Motorcycle que estará acontecendo nos dias 11, 12 e 13 deste mês no parque de Exposições de Ponta Porã.

O presidente do clube Ciro Camargo e o vice-presidente Eduardo Gauna fizeram um relatório aos sócios das atividades do clube até o presente momento e de como será a participação durante o Motorcycle deste ano, uma vez que a diretoria do Renegados da Fronteira, organizador do evento, cedeu um local muito bom para que o clube possa se instalar e marcar presença na festa.

Tanto Ciro como Eduardo mostraram um ampla planilha com todos os detalhes para festa, tenda, som, praça de alimentação e um bar para atender a todos da melhor maneira possivel.

Na reunião estavam presentes 46 sócios que estarão todas a noites participando da festa e demonstrando que o clube que foi formado este ano esta chegando para ficar e somar com todas as pessoas que tenham interesse em participar.

A diretoria confirmou a todos que na quinta-feira (10) a estrutura já estará a disposição do sócios dentro do parque de exposição.

No final da reunião, foi colocado o apoio que o clube está recebendo do presidente do Sindicato Rural de Ponta Porã, o médico veterinário Jean Pierre Paes e também da diretoria do Renegados por ter cedido o espaço.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
PMA autua pescador profissional por extração ilegal de recursos minerais e degradação área protegida
CULTURA
Artesãos do Estado veem concurso da Fundação de Cultura como oportunidade de reconhecimento
LEGISLATIVO DE MS
Deputados devem apreciar quatro propostas na sessão ordinária desta quinta-feira
CORONAVÍRUS
Com 80% de taxa de vacinação, MS atinge "imunidade coletiva" da população indígena