Menu
Busca domingo, 28 de novembro de 2021

Prefeitura forma turma do Programa Brasil Alfabetizado

21 setembro 2011 - 14h10
Prefeitura forma turma do Programa Brasil Alfabetizado

Divulgação (TP)

Alunos do Programa Brasil Alfabetizado receberam os certificados de conclusão do curso. A formatura foi realizada no salão paroquial da igreja do bairro Ignês Andreazza. O programa do Governo Federal, desenvolvido no município pela Prefeitura de Ponta Porã, proporcionou oportunidade de alfabetização a jovens, adultos e idosos.

Segundo o secretário de governo e comunicação, Léo Derzi, diversos resultados positivos já foram alcançadas com a implantação deste programa, com destaque para a redução do índice de analfabetismo em Ponta Porã, a oportunidade para a realização do exercício pleno da cidadania, a melhoria na qualidade de vida e a possibilidade de continuidade dos estudos. “É emocionante testemunhar a satisfação de todos que estão concluindo o Programa Brasil Alfabetizado. Idosos que não tiveram a oportunidade de estudar, agora têm o orgulho de dizer que podem ler e escrever. Isso é uma satisfação pessoal grandiosa, não tem preço. Os jovens e adolescentes que também fizeram parte desse programa agora vão poder continuar seus estudos e buscar sua formação dentro da sociedade. É muito bom participar deste momento de vitória de cada um dos alunos que estão se formando através do programa”, declarou Léo Derzi.

O secretário lembrou também que o prefeito Flávio Kayatt sempre trabalhou para a implantação do Brasil Alfabetizado em Ponta Porã e colocou a prefeitura à disposição para que o Programa fosse instalado no município. “Esta era uma preocupação do prefeito Flávio Kayatt e, desde o ano de 2009, o Programa faz parte dos trabalhos da Secretaria Municipal de Educação e hoje ele vê com satisfação as turmas serem formadas”, disse.

Para a secretária de municipal de educação, Maria Leny Antunes Klais, o trabalho realizado pelo município em atender as pessoas que não tiveram oportunidade de estudar é gratificante. “Propiciar o acesso à educação de qualidade à população, independente da idade, é uma vitória para o nosso município. Estamos contribuindo para reduzir o índice de analfabetismo em Ponta Porã. Isso é maravilhoso,”, afirmou.

A professora que coordenou o programa no Andreazza, Daniela Rocha, falou com emoção de poder colaborar com a formação de jovens e idosos no Programa que ela diz ser muito importante para reduzir o índice de analfabetismo. “Me emociono com este momento. Comecei a dar aulas aqui para receber uma ajuda de custo para pagar minha faculdade. Hoje não consigo me separar dos alunos. Ver jovens que mal sabiam ler e escrever, e que hoje estão prontos para seguir seus estudos. Ver a felicidade de idosos que se esforçam com disciplina para vir às aulas. Sentir a emoção deles ao escreverem seus nomes de forma correta, de ouví-los lendo, é algo que não consigo explicar. Vivo a vida deles. Para mim é muito gratificante”, disse Daniela, visivelmente emocionada.

O casal Aquilino Gomes, de 81 anos e Leandra Castro Gomes, de 82 anos, são dois alunos que receberam o certificado de conclusão do Programa Brasil Alfabetizado. “Antes eu não conseguia escrever meu nome completo. Graças às aulas com a professora Daniela, hoje eu já sei juntar todas as letras do meu nome. Sei ler bem. Estou feliz”, disse Aquilino.

O jovem Arnaldo Uruê, de 15 anos, disse que foi incentivado por sua mãe para entrar no Programa. “Hoje aprendi a ler e escrever de forma correta. Agora quero seguir meus estudos e um dia me formar em alguma coisa”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Educação financeira é estimulada no projeto "Essências" na EE Jorge Amado
SAÚDE
Pesquisa busca voluntários para testar tratamento para câncer de pênis
ESTADO
Agepen conclui formação de alunos das áreas de Administração, Finanças, Assistência e Perícia
SAÚDE
Covid-19: o que se sabe até agora da variante Ômicron