Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
MS

Senai entrega nesta quarta-feira Selo Ambiental para mais 5 indústrias

16 dezembro 2014 - 09h37Por Fonte: perfilnews
O Senai vai entregar, nesta quarta-feira (17/12), às 19 horas, no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), o Selo Ambiental do PSE (Programa Senai de Ecoeficiência) para as indústrias Agroenergia Santa Luzia, Energética Santa Helena, Inflex Indústria e Comércio de Embalagens, International Paper e Vetorial Siderurgia. Além dos respectivos Selos, as indústrias também receberão o diagnóstico com análises dos seus indicadores ambientais, gerenciais e operacionais.

Segundo o diretor-técnico do Senai, Dax Goulart, até o momento três empresas já receberam o Selo Ambiental - Semalo, Coca-Cola Femsa e Metap Repram -, demostrando o interesse delas em avançar ainda mais nas questões que envolvem o meio ambiente. “Com a entrega do Selo, o Senai sinaliza claramente para as indústrias, Governo e sociedade, que está atento à questão ambiental, buscando conciliar a preservação ambiental e desenvolvimento. A metodologia criada pelo Senai é inovação nesse sentido e estimula as empresas a desenvolverem ainda mais ações com foco na preservação”, declarou.

Já o gerente de tecnologia e inovação do Senai, Gilberto Evidio Schaedler, reforça que o PSE oportuniza que as indústrias com ações que demostrem preocupação com o meio ambiente possam receber um incentivo a mais no que se refere aos tributos pagos ao Estado. "Dessa forma, ocorre uma ampliação do incentivo fiscal para as empresas que desenvolvem boas práticas ambientais", declarou.

Entenda

As indústrias receberão o Selo Ambiental do PSE conforme parâmetros estabelecidos no Decreto Estadual nº 13.606, de 25 de abril de 2013, que prorroga até 2028 os benefícios fiscais para as indústrias do Estado, permitindo ampliação do percentual de incentivo já concedido mediante efetivação do plano técnico de sustentabilidade ambiental das empresas. Desta forma, os Selos Ambientais do Senai, que integram o PSE, classificam a eficiência ambiental das indústrias, permitindo a ampliação, em até 5%, do percentual do benefício fiscal já concedido mediante à efetividade do plano técnico de sustentabilidade ambiental das empresas.

O Programa prevê a concessão de selos ambientais nas cores verde, azul, laranja, marrom e branco, sendo que cada um tem sua equivalência entre a pontuação e o percentual do incentivo fiscal concedido. O Selo Verde tem conceito entre 81 a 100 pontos e concede à indústria 5% a mais de incentivo fiscal, enquanto Selo Azul tem conceito entre 61 a 80 pontos e incentivo fiscal de mais 4%, o Selo Laranja tem conceito entre 41 e 60 pontos e mais 3% de incentivo fiscal, o Selo Marrom tem conceito entre 21 e 40 pontos e incentivo fiscal de mais 2% e o Selo Branco tem conceito entre 1 a 20 pontos e incentivo fiscal de mais 1%.

A pontuação poderá ser revista a qualquer tempo, na vigência do benefício fiscal ou na vigência do prazo estabelecido para execução do processo de auditoria, adequando-se a um novo resultado, aumentando ou diminuindo o nível do selo no limite entre 1% e 5%. Caso haja uma infração ou descumprimento, mesmo que parcial, em relação à Legislação Ambiental e ao Licenciamento Ambiental, a indústria perderá o selo ambiental concedido. O Senai, em parceria com o EcoSesi Bonito, desenvolve o Programa de Ecoeficiência, que dá suporte aos selos ambientais destinados às indústrias do Estado.

Serviço – O Edifício Casa da Indústria fica na Avenida Afonso Pena, 1.206, Bairro Amambaí, em Campo Grande (MS)

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE
Telessaúde credencia profissionais de Web Designer com remuneração de R$ 3 mil
MS
Beneficiários do Mais Social terão que participar de curso profissionalizante
EDUCAÇÃO
Matrícula para curso de medicina da UEMS pode ser feita até dia 26 de abril
PONTA PORÃ
Força Tática do 4º BPM intercepta comboio de veículos transportando mercadorias não legalizadas