Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021

Tênis de mesa é atividade pedagógica na Escola Adê Marques

Tênis de mesa é atividade pedagógica na Escola Adê Marques

12 dezembro 2011 - 14h45
Divulgação (TP)

A Escola Municipal Adê Marques desenvolve um projeto que utiliza a prática esportiva do tênis de mesa numa atividade pedagógica. O projeto envolve crianças na faixa etária compreendida entre 9 e 12 anos de idade.

Os objetivos do projeto são: Difundir o esporte entre os alunos envolvidos no projeto e despertar o interesse dos também não envolvidos; propiciar através da modalidade Tênis de Mesa uma alternativa de esporte universal, focado para o lazer e a educação de pessoas como um todo e inserir um desporto escolar propício ao desenvolvimento da motricidade, da percepção, disciplina e concentração.

De acordo com a responsável pelo projeto, Professora Keusilene Pinazo de Aquino, o tênis de mesa é por ser um esporte bem estruturado, bem orientado, com conteúdos programáticos e unidades de aulas adequadamente elaboradas e baseadas em conhecimento científico comprovado, pode sim contribuir para o desenvolvimento lúdico da criança assim como influenciar diretamente na formação do perfil social, intelectual, mental e psicológico.

Há uma tendência mundial em promover a saúde da população através do esporte. O perfil de uma atividade física que promova amplo desenvolvimento intelectual deve sem dúvida possuir: Altos níveis de raciocínio lógico, intuitivo e criativo; Orientar a organização pessoal e coletiva; Inspirar o individualismo necessário para a convivência em sociedade, almejando e atingindo metas pessoais; Trabalhar em equipe e em um ambiente de cooperativismo; Dinamismo.

Segundo ela, um estudo científico alemão intitulado “Einigen Charakteristiken der Ruckhanangriff”, declara o Tênis de Mesa como o segundo esporte no mundo a fazer um maior uso das faculdades cerebrais.

Com uma proporção de 61%, a concentração, o raciocínio lógico, o raciocínio intuitivo e o raciocínio criativo dominam os aspectos do jogo, relegando aos 39% restantes os vários tipos de coordenação, aspectos técnicos e físicos. O primeiro esporte neste estudo é o Xadrez, que em contrapartida não possui acentuada atividade física.

“O Tênis de Mesa pode então ser considerado um excelente instrumento pedagógico pelas instituições em virtude da alta taxa de estímulos cerebrais aliados aos componentes físicos necessários ao desenvolvimento completo dos seres humanos”, garante a professora.

Ela acrescenta ainda que “vários países têm se destacado pela introdução do Tênis de Mesa em suas culturas esportivas e educacionais, em sistemas privados ou governamentais. Como exemplos, a Jordânia e a República da Eslovênia, desenvolveram sistemas de reconhecimento de talentos esportivos com grandes resultados em desempenho em diversas modalidades”.

A diretora da escola, Professora Giseli Souza de Oliveira informou que está proporcionando toda a estrutura necessária para que o projeto possa contemplar todo o planejamento estabelecido.

Ela destacou e agradeceu o apoio da empresaria Cris Moresco (empresas Restaurante Garfo de Ouro e Vô Kiko) pela doação da mesa para que a escola possa desenvolver o projeto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Ministro fala na Câmara sobre novos institutos federais de educação
DOURADOS
Policiais civis apreendem 70kg de maconha, pistola e prendem suspeitos de tráfico
SAÚDE
Fiocruz aponta estabilidade em casos de síndrome respiratória grave
COSTA RICA
Homem furta restaurante e acaba preso pela Polícia Civil