Menu
Busca terça, 11 de maio de 2021

Vereadores elogiam trabalho desenvolvido na Escola Municipal Jardim Ivone

Vereadores elogiam trabalho desenvolvido na Escola Municipal Jardim Ivone

03 dezembro 2012 - 17h10
Divulgação (TP)

Alunos, professores, pais e mães, que formam a comunidade da Escola Municipal Jardim Ivone, desenvolvem neste fim de ano, uma atividade bastante proveitosa: a colheita de verduras, frutas e legumes, produzidos na horta formada num terreno ao lado da escola.

São mais de 15 tipos de hortaliças, cultivadas durante todo o ano letivo e aproveitadas na merenda escolar e também distribuídas para os moradores da região.

Nesta época do ano é realizada a colheita final. A atividade foi acompanhada pela secretária municipal de educação, Professora Joelma Moura; pelo presidente da Câmara Municipal, Dario Honório e a vereadora Professora Leny.

Os parlamentares elogiaram o trabalho desenvolvido pela equipe da Escola Jardim Ivone. A horta é cuidada pelos alunos sob a orientação do Professor Eronides Vital de Barros.


A vereadora Professora Leny, reeleita para mais um mandato, gostou tanto do trabalho que se prontificou em auxiliar no repasse de mais recursos para que a horta possa aumentar a produção a partir do ano que vem.

Em 2013 ela deverá apresentar uma emenda na Câmara Municipal propondo o repasse de recursos do Orçamento do Município para a melhoria da horta.

O gesto da vereadora foi elogiado por toda a comunidade escolar e serviu de incentivo para que os professores e alunos possam desenvolver mais atividades pedagógicas tendo a horta como um importante recurso.

A coordenadora pedagógica Antonia Ferreira dos Santos informou que a horta só trouxe benefícios para a escola: “além da alimentação natural, foi difícil desenvolver um trabalho de aprendizagem durante o cultivo das hortaliças.

Mexendo com as plantas, foi possível aos alunos aprenderem nas mais diversas disciplinas. Os alunos do 1° ano, atendidos pelo Programa Mais Educação (escola em período integral) melhoraram bastante na alfabetização por conta das aulas de língua portuguesa desenvolvidas a partir dos nomes das hortaliças cultivadas na horta”, explicou.


Além disso, foi possível melhorar o nível de conhecimento dos alunos e dos professores pois em cada canteiro havia uma serie de informações sobre as propriedades medicinais e nutricionais do vegetal cultiva naquele espaço.

“Através da horta conseguimos reverter uma situação muito complicada que é o hábito alimentar dos nossos alunos. Eles aprenderam a comer melhor, a partir do momento em que recebiam informações sobre a importância de cada alimento produzido na horta. Quem não gostava ou não tinha o hábito de comer verduras e, principalmente legumes, passou a gostar deste tipo de alimento”, atesta a diretora da escola, Rosangela Adiaci.


Além da produção de verduras, frutas e legumes de excelente qualidade, a horta possui um sistema de irrigação que chama a atenção: utilizando materiais descartáveis, como garrafas pet de refrigerantes, foi possível garantir a irrigação adequada para as plantas. “a utilização dos materiais descartáveis foi uma forma de mostrar para os nossos alunos que é possível criar uma horta no fundo do quintal de suas casas, gastando pouco dinheiro”, informou a diretora.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: estados pedem manutenção de financiamento de leitos de UTI
PONTA PORÃ
Após denúncia Polícia Militar apreende contrabando de cigarros em veículo
SAÚDE
EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos
POLÍTICA
Guedes diz que reforma administrativa será moderada