Menu
Busca sexta, 16 de abril de 2021
Tráfico

Whats App' denuncia esquema de tráfico e três acabam detidos pela Polícia Militar

24 dezembro 2014 - 18h35Por Fonte: douradosnews
O aplicativo de mensagens instantâneas ‘whats app’ ajudou a Polícia Militar de Dourados a identificar dois acusados de tráfico de drogas ontem (23). Além disso, um roubo também foi esclarecido pelas equipes da Rádio Patrulha e da Força Tática.

A ação começou quando um adolescente de 16 anos e um rapaz identificado como Luís Antônio Perez Dantas, 18, ambos moradores do Laranja Doce, foram detidos acusados de assaltar um mercado na rua Ponta Porã, no Jardim Guanabara, por volta das 10h30, deixando um prejuízo de R$ 215 após render o proprietário do estabelecimento usando um revólver calibre 22.

Os dois foram levados pelos policiais para a delegacia do menor, junto da arma e do dinheiro que foram apreendidos. Na delegacia, o celular do adolescente começou a ‘apitar’ com a chegada de mensagens do whats app de um rapaz chamado ‘Junior’ que cobrava o menor sobre uma droga que havia repassado a ele.

Após o flagra, os policiais foram até a casa do adolescente onde apreenderam uma porção de maconha, uma de pasta base de cocaína e seis papelotes de pasta base, que totalizaram quase 200 gramas de droga.

Os policiais conseguiram ainda chegar até a casa de Junior Fernandes Costa, 32, morador da Vila Rosa e que era o autor das mensagens enviadas ao menor. Na delegacia, ele acabou autuado por tráfico de drogas apesar de negar a prática do crime e remeter as mensagens a um irmão que estaria preso na Phac (Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorim Costa) e que seria o autor do ‘esquema’ de drogas.

Já o adolescente foi apreendido em flagrante por tráfico e também pelo roubo ao mercado, crime pelo qual Dantas, que teria praticado a ação junto dele, também foi autuado em flagrante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
"Respiradores salvam vidas e essa é nossa meta", diz Neno Razuk em pedido de recursos para compra
CRIME AMBIENTAL
PMA autua pecuarista desmatamento dentro da Unidade de Conservação de Proteção Ambiental
BRASIL
Covid-19: em uma semana, mortes aumentam 8% e casos 6%
CASSILÂNDIA
Polícia Militar tira de circulação mais um foragido da justiça