Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021

A hora certa de subir no salto

Especialistas ensinam como usar salto alto sem ganhar dores no joelho, sobrecarga na coluna e outros problemas

08 maio 2012 - 17h00
IG


Até a chegada da adolescência, os sapatos de salto da maioria das meninas eram aqueles que a mãe deixava fora do armário, prontos para um desfile pelo corredor de casa. Mas quando a vida social ganha baladas, festas de debutante e outras ocasiões que pedem uma postura elegante e alguns centímetros a mais, quem não quer um salto alto para chamar de seu?

O ítem não é - ainda - obrigatório, mas a adolescência já permite que sapatilhas e sandálias baixas se tornem secundárias em algumas ocasiões. No entanto, algumas mães insistem em defender a ideia de que salto alto é coisa de mulher adulta.

Cuidados básicos

Apesar de parecer apenas implicância, elas não estão completamente erradas. Embora não seja proibido usar salto na adolescência, quanto mais cedo eles entram na vida de uma mulher, mais danos podem causar.

“Não há uma idade certa para começar a usá-lo, mas o salto alto exige alguns cuidados”, afirma o médico ortopedista Fabiano Faria, do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Segundo o especialista, usar salto pode causar encurtamento na musculatura localizada atrás do joelho e sobrecarregá-lo. “Quem usa muito salto tem dor na patela, osso que protege a articulação do joelho. As mulheres, quando estão de salto, também costumam andar com bumbum arrebitado e isso gera sobrecarga na coluna”, explica o médico.

Os problemas não param por aí: “para se equilibrar, elas aproximam um joelho do outro, e quando o corpo ainda está em formação isso pode projetá-los para dentro, deixando as pernas em forma de X”.

Além disso, o salto alto pode causar tendinite, esporão e inflamações. “Outro problema é a dificuldade na flexão da planta do pé, o que prejudica a circulação e potencializa a tendência a varizes”, alerta o ortopedista Maurício Póvoa, da clínica Orthobone.

Sem exagerar

Parece assustador, mas nem por isso você deve jogar fora todos os sapatos que já comprou. Esses problemas aparecem se o salto alto for usado excessivamente. “O ideal é que a adolescente não passe mais de quatro horas com o salto nos pés”, afirma Maurício.

De acordo com Fabiano, scarpins, anabelas e afins não são sapatos para usar todos os dias. “O salto alto deve ser usado ocasionalmente, em uma festa”, orienta. Caso contrário, medicamentos aintiinflamatórios e até tratamentos fisioterapêuticos poderão ser necessários.

O lado bom

Mas, se você está empenhada em convencer sua mãe a liberar o salto nos seus looks, saiba que, entre tantos problemas que ele pode causar se não for usado com cuidado, há um benefício. “O crescimento repentino na adolescência pode causar encurtamento muscular, e um salto baixo, de dois a três centímetros, pode deixar a menina mais confortável do que com uma sapatilha ou rasteirinha”, diz Fabiano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Parlamentares devem votar sete propostas na sessão desta quinta-feira
BELA VISTA
Polícia Militar cumpre Mandado de prisão durante policiamento
ECONOMIA
Empresários têm até o dia 30 para renegociar débitos do Fadefe com desconto de até 100% nas multas
DOURADOS
Mais de 160 quilos de drogas foram apreendidos pelo DOF em uma residência