domingo, 03 de março de 2024

Paula Fernandes: 'Não sou perfeita, mas tenho meus encantos'

Paula Fernandes: 'Não sou perfeita, mas tenho meus encantos'

23 maio 2012 - 15h20
EGO


Paula Fernandes lançou seu novo CD, "Meus Encantos", nesta terça, 22, em São Paulo. Durante a entrevista sobre o novo trabalho, a cantora falou sobre seu visual - chamado de brega por uns mas adorado por outros -, contou que está malhando, confessou que se considera uma mulher com "encantos" e explicou por que fez fotos tão sensuais para a divulgação deste novo CD.
Sobre estar querendo ser mais sensual:

"Sou tudo, sou menina, sou mulher. Não sou perfeita, mas tenho meus encantos. (O ensaio sensual feito para divulgar o CD) Foi uma forma de mostrar quem eu realmente sou. Não acho que só por usar uma roupa mais cavada significa ser vulgar. Sou uma mulher como todas as outras e pude mostrar isso no disco."

Sobre fotos ousadas para vender CD:

'Não fiz esse projeto com o objetivo de vendê-lo, fiz porque foi o meu momento, quis mostrar o que estou sentindo nesse momento. Essa coisa de ter que agradar me incomoda. Não gosto de cancelar, de interferir em algo que flui naturalmente. A capa também faz parte desse processo de criação. Eu também estou malhando pra caramba (risos). Nem gosto de fazer foto de barriga, porque acho que é um chakra que a gente tem, mas eu quis fazer

Sobre o corselet sempre usado por Paula:
"Acho que a sensualidade não está na roupa, sinceramente, e a vulgaridade também. Sempre gostei muito de marcar cintura, porque ela é fina mesmo. Toda mulher tem seus truques, acho até que sou meio neurótica com isso (risos) [sobre cintura fina]. A gente tem que ser feliz e eu sou feliz do jeito que eu sou."

Sobre a voz menos empostada nesse CD:
Eu me cuido muito. Sempre vou à fono, estou sempre cuidando do meu instrumento que é o que tenho de mais valioso. Não acho que mudou muito, não. Mas acho que estou mais solta, sim. Sempre sigo uma coisa que meu pai me fala que é: 'Faz o que você sabe fazer que já tá bom'.

O segredo do sucesso:
Não fui fabricada para vender discos. Minha carreira é desde os oito anos, vou fazer vinte anos de carreira esse ano. Sou... como dizer... Sei que é uma palavra muito forte, mas sou uma missionária. Faço isso a muito tempo, são vinte anos de um trabalho de formiguinha. Acho que tem Deus nisso tudo e é verdadeira. E o público gosta do que é verdadeiro. Só estou transmitindo o que seu fazer, sou só um instrumento.
Sobre as músicas dançantes do CD:
A música para ser dançante não tem que ser vazia, ter letra fácil. Acho que dá pra ter uma mensagem forte ali. É um grande desafio mesmo, principalmente em um momento em que parece que a música dançante precisa ser vazia e não dizer nada. Eu não concordo com isso.
Sobre ter tirado músicas do baú para o CD:
"A canção não envelhece, ela tem o seu momento. A gente até brincou que foi um duelo de baladas, por causa da minha preferência por essas músicas. Espero que emocione tanto quanto nos emocionou, em cada momento, cada gravação."

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE

Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

PEDRO JUAN

Tiroteio em residência atinge hospital e quatro brasileiros são presos

GESTÃO PÚBLICA

Curso capacitação de responsáveis técnicos do Precoce/MS já está disponível no site da Escolagov

GERAL

Matemática ajuda brasileiro a descobrir possível novo planeta