Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
Dia da árvore - Setembro 2021
PANDEMIA

Dourados terá lockdown de 14 dias para tentar frear o coronavírus

28 maio 2021 - 12h45Por Dourados News

A partir de domingo (30/5), todos os serviços considerados não essenciais estarão impedidos de funcionar em Dourados pelos próximos 14 dias. A medida é uma forma de tentar frear o avanço do coronavírus, doença que já matou 750 pessoas no município – 284 desses são de moradores de outras localidades internados na cidade.

A decisão foi tomada pelo prefeito Alan Guedes (PP) após encontros com representantes de vários setores da sociedade, incluindo empresários e promotores de Justiça. 

Os estabelecimentos aptos e a forma de funcionamento serão publicados em Diário Oficial. O chefe do Executivo fará um pronunciamento nas redes sociais até as 10h30.

O lockdown ocorre diante do crescente aumento dos casos de coronavírus e da fila de espera por leitos de UTI Covid, que na quinta chegou a 53 pessoas. 

A cidade, polo de uma região com mais de 30 municípios, vive a mais forte onda da doença desde o início da pandemia. 

No ano passado, Dourados chegou a ser classificado como ‘epicentro’ dos casos de coronavírus no Mato Grosso do Sul, porém, sem o ‘estrangulamento’ atual no sistema de saúde pública. 

Bandeira cinza

Na terça-feira (25/5), o município foi classificado com ‘bandeira cinza’ pelo Prosseguir, ferramenta criada pelo Governo do Estado para monitoramento durante a pandemia, indicando grau extremo de risco de contágio do coronavírus. 

Diante da ocasião, através de decreto a prefeitura ampliou o horário do toque de recolher para iniciar às 20h – antes era 21h -, seguindo até 5h do dia seguinte. O documento tem validade até 29 de maio e manteve as atividades já estabelecidas nas determinações anteriores. 

Até o momento, 31.200 douradenses testaram positivo à doença. Conforme o boletim epidemiológico mais recente, publicado na manhã desta quinta-feira, 28.473 são considerados recuperados.

Outros 2.117 encontram-se com o vírus e em isolamento domiciliar. Já 166 estão internados entre enfermarias (91) e UTI’s (75), em hospitais públicos e privados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORPO DE BOMBEIROS
Mais 100 bombeiros são enviados para combate aos incêndios no Pantanal
DEFESA DO CONSUMIDOR
Procon-MS divulga nova pesquisa de variação de preços dos produtos da Cesta Básica
POLÍTICA
Instalada comissão da Câmara que vai analisar PEC dos precatórios
SAÚDE
Governador volta a reforçar a importância de todos se vacinarem