Menu
Busca terça, 13 de abril de 2021
Shopping China - Janeiro 2021
IMUNIZAÇÃO

Em Dourados, 1.264 servidores da segurança pública serão vacinados contra a Covid-19

03 abril 2021 - 10h30Por Portal MS

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul destinou doses da vacina contra a Covid-19 para atender 1.264 servidores da segurança pública que atuam em Dourados. A imunização desses profissionais inicia a partir deste sábado (03).

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, desde o início da pandemia, as forças de segurança pública têm sido empregadas no cumprimento das medidas de controle sanitário, no sentido de conter ações de disseminação da doença, dentre estas, a fiscalização de distanciamento social e de medidas restritivas e preventivas.

"Esses servidores têm sido, juntamente com os profissionais da Saúde, os maiores parceiros na luta contra a Covid-19. Através do apoio fundamental da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, eles têm nos ajudado nas barreiras, fiscalização dos decretos, na logística de recebimento e distribuição das vacinas, na montagem dos drives-thru nas principais cidades, além do apoio no translado de pacientes dentro e fora do Estado. Nesse sentido, posso afirmar que estão sendo o braço direito e o esquerdo da Secretaria de Saúde e dos municípios", ressalta.

O diretor de Saúde e Assessor Técnico do Corpo de Bombeiros Militar na SES, coronel Marcello Fraiha, diz que a vacinação dos servidores da segurança é uma questão de reconhecimento e justiça. "É a reparação de um grande equívoco do Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, desde o início da pandemia, tendo em vista que todas as forças de segurança, através dos seus decretos estaduais, estão sendo empregados na linha de frente da Covid-19, assim como os trabalhadores de saúde. Aqui em Mato Grosso do Sul, desde o primeiro momento estamos fazendo as barreiras sanitárias, atuando nos drives-thru, recepcionando, desde o início da pandemia, os brasileiros oriundos de outros países, além de fazer a distribuição dos imunizantes, ação que colocou Mato Grosso do Sul como o Estado mais eficiente na imunização da população", destaca o coronel Fraiha, ressaltando a atuação na linha de frente do Disk Covid para agendamento e a destinação de 100% dos médicos do Corpo de Bombeiros para atender no Hospital Regional.

Em Dourados, o anúncio de vacinação aos profissionais dos órgãos de segurança foi visto como motivo de comemoração. Para o presidente do Conselho Institucional de Segurança Pública de Dourados (Coised), coronel Rodrigo Alex Potrich, da 9ª Companhia da Polícia Militar, os profissionais de segurança estão diretamente expostos à contaminação e merecem essa atenção do Estado.

"A vacinação dos profissionais de segurança pública é de suma importância, pois eles atuam na linha de frente, diretamente com a população e no atendimento direto das ocorrências, muitas delas em salvamento e socorro a vidas, no caso dos socorristas do Bombeiro Militar de Dourados. Por não se saber quem está ou não contaminando, todos estes profissionais estão expostos diretamente a contaminação", explica.

O delegado titular do Departamento de Polícia do Interior, da Polícia Civil, Lupersio Degerone Lúcio, reforça que a vacinação entre os profissionais de segurança é de suma importância para se manter a ordem pública. "É absolutamente necessário que o policial seja vacinado, tendo em vista que está 24h por dia atuando no combate a pandemia, em contato direto com a população, assim como os profissionais de saúde. Nada mais justo do que receberem essa imunização", reforça.

Vacinação

As doses distribuídas pelo Governo do Estado já chegaram nos municípios. Em Dourados, a imunização desses profissionais ocorrerá a partir deste sábado (03) em local a ser definido pela Prefeitura. O secretário-adjunto da Secretaria Municipal de Saúde de Dourados, Edvan Marcelo, disse que o critério de vacinação estabelecido é o grau de risco de exposição do profissional.

Por essa razão, nesse primeiro momento, os servidores que atuam em contato direto com a população, receberão a primeira dose. Os demais serão imunizados conforme o cronograma do Programa Nacional de Imunização. "Houve um consenso com os comandantes de batalhões e eles fizeram levantamentos de profissionais que estão atuando na linha de frente, independentemente da idade", destacou, observando que a secretaria vai organizar a vacinação mediante a lista nominal de cada corporação.

Serão vacinados servidores das seguintes instituições: Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Polícia Civil, Perícia, Agentes penitenciários estaduais (Agepen), Superintendência sócio educativa, Agentes penitenciários federais, Guardas Municipais, agentes de trânsito, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal. Ao todo deverão ser imunizados cerca de 15.000 servidores, a maioria, aproximadamente 12 mil, das forças estaduais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIREITOS HUMANOS
Fórum discute desafios à garantia de direitos da pessoa idosa
MEIO AMBIENTE
Rio Dourados tem níveis de agrotóxico abaixo do previsto em legislação, aponta pesquisa
POLÍTICA
Comissão da Câmara discute assistência aos "órfãos da covid-19"
AQUIDAUANA
PMA autua dono de chácara por construir dois tanques de piscicultura degradando as matas ciliares