quarta, 22 de maio de 2024
SAÚDE

País registra 11.722 casos de covid-19 e 92 mortes em 24 horas

04 setembro 2022 - 07h00Por Agência Brasil

As secretarias estaduais e municipais de Saúde registraram 11.722 novos casos de covid-19 e 92 mortes, em 24 horas. Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde.

Com as novas informações divulgadas neste sábado (03), o total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus durante a pandemia soma 34.467.867.

O número de casos em acompanhamento de covid-19 está em 270.291. O termo é dado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta e nem resultaram em óbito.

Com os números de hoje, o total de mortes alcançou 684.354, desde o início da pandemia. Ainda há 3.170 mortes em investigação. As ocorrências envolvem casos em que o paciente faleceu, mas a investigação se a causa foi covid-19 ainda demanda exames e procedimentos complementares.

Até agora, 33.513.322 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 97,2% dos infectados desde o início da pandemia.

Boletim da covid-19 de 3 de setembro de 2022

Boletim da covid-19 de 3 de setembro de 2022 - Divulgação/Ministério da Saúde

Estados

No balanço de hoje, várias unidades das federação não atualizaram os dados: Distrito Federal, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul (não atualizou o número de mortes), Mato Grosso, Rio de Janeiro, Roraima, Pernambuco e Tocantins. 

Segundo o boletim, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (174.271), Rio de Janeiro (75.479) e Minas Gerais (63.600).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (2.027), Amapá (2.158) e Roraima (2.172).

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE

SES abre consulta pública para validação da Linha de Cuidado da Pessoa com Sobrepeso e Obesidade

TEMPO

Segunda-feira tem manhã mais fresca e tarde amena

MS

Semana de Combate ao Assédio e à Discriminação do TJMS inicia na próxima segunda (13)

GERAL

Pesquisadoras falam dos desafios de conciliar maternidade com estudos