domingo, 21 de abril de 2024
SAÚDE

Projeto insere tratamento de perda de olfato no SUS

24 agosto 2022 - 08h30Por Agência Câmara de Notícias

O Projeto de Lei 2127/22 determina que o diagnóstico, o tratamento e a reabilitação das alterações decorrentes da perda total do olfato (anosmia) ou parcial (hiposmia) integrarão as ações do Sistema Único de Saúde (SUS). O texto está em análise na Câmara dos Deputados.

“Com a pandemia de Covid-19, as pessoas prestaram mais atenção ao olfato”, observou o autor da proposta, deputado Otto Alencar Filho (PSD-BA). “A perda do olfato é um dos sintomas daquela doença, e não são raros os casos de pacientes que levam meses e até anos para a retomada desse sentido”, disse.

“É importante ressaltar que pessoas acometidas pela perda do olfato encontram dificuldades em situações corriqueiras, como na deterioração de alimentos e nos vazamentos de gás, entre outras”, continuou o deputado. “Essas eventualidades podem colocar em risco a integridade física ou prejudicar ainda mais a saúde.”

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

50+

Funtrab e rede supermercadista lançam 'Feirão da Empregabilidade' para contratação de profissionais

DETRAN-MS

Curso especial para condutores infratores ultrapassa 90% de aprovação

DESENVOLVIMENTO

Com R$ 3,2 bilhões, MS teve aumento de 227% nos investimentos públicos nos últimos três anos

TRAGÉDIA

Mãe e filho morrem e três ficam feridos em acidente no domingo de Páscoa