Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
Dia da árvore - Setembro 2021
JUNHO LILÁS

SES realiza capacitação junto a municípios sobre o teste do pezinho

06 junho 2021 - 08h00Por SESMS

A Secretaria de Estado de Saúde realiza capacitação para profissionais de saúde para todos municípios do estado sobre o teste do pezinho entre os dias 7 a 11 de junho. A ação faz parte da Campanha Junho Lilás em alusão ao Dia Nacional do Teste do Pezinho, que destaca a importância da realização deste exame do 3º ao 5º dia de vida do recém-nascido e que é comemorado no dia 6 de junho

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, faz um alerta sobre a importância de a família levar o recém-nascido para fazer o teste do pezinho nas Unidades de Saúde caso não tenha feito o exame no hospital ou maternidade após às 48 horas de vida do bebê.

“O teste do pezinho é uma ação preventiva que proporciona o diagnóstico de várias doenças congênitas ao recém-nascido quando realizada no período preconizado do 3º ao 5º dia de vida. Ele tem por objetivo diagnosticar e tratar precocemente doenças que podem causar deficiência intelectual, entre outros danos à saúde do bebê, se não forem tratadas desde os seus primeiros dias de vida, pontua”.

Assim, a capacitação destinada a profissionais de saúde das unidades de saúde e da rede hospitalar que estão de alguma forma envolvidos na Triagem Neonatal Biológica visa reforçar a importância de se falar sobre o Teste do Pezinho ainda durante as consultas do pré-Natal e após o nascimento do bebê, ainda que na maternidade ou hospital.

“É preciso que as gestantes conheçam e saibam sobre o quanto o Teste do Pezinho é importante para os seus bebês e também sobre as consequências quando não for realizado após às 48 horas e o 5º dia de vida do recém-nascido. Além da importância de a criança ter sido amamentada antes da coleta”, esclarece a responsável técnica da Triagem Neonatal no Estado de Mato Grosso do Sul, enfermeira Vera Regina Dalla Vechia Biolchi Oliveira.

A Triagem Neonatal Biológica ou Teste do Pezinho que é realizada pelo SUS detecta sete patologias: a Fenilcetonúria, Hipotireoidismo Congênito, Hiperplasia Adrenal Congênita, Fibrose Cística, Toxoplasmose Congênita, Hemoglobinopatias e Deficiência da Biotinidase. Esse diagnóstico possibilita o tratamento precoce e diminuição e/ou eliminação das sequelas que possam vir de cada uma dessas doenças.

A Secretaria de Estado de Saúde emitiu alerta aos municípios para a baixa cobertura do Teste do Pezinho entre 3° e o 5° dia de vida do recém-nascido, período preconizado pelo Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN). Dados do Instituto de Pesquisas, Ensino e Diagnósticos (IPED/APAE) de Campo Grande, habilitado pelo Ministério da Saúde como serviço de referência em Triagem Neonatal no Estado, apontam que apenas 30% dos pais ou responsáveis levaram seus filhos para fazer o exame no período preconizado, índice bem abaixo do recomendado, cuja o ideal é que seja de 100%.

Como forma de conscientização, a Campanha Junho Lilás traz neste mês um texto sobre a importância de ser feita a coleta do 3º ao 5º dia dos recém-nascido nos hollerits dos servidores do Estado, bem como nos consórcios de água e energia. Importantes pontos turísticos de Campo Grande também estarão iluminados na cor lilás em alusão à campanha.

Capacitação

A capacitação inicia no dia 7 de junho, às 14 horas, pela plataforma do Telessaúde com o nome ‘Teste do Pezinho – Triagem Neonatal Biológica’. A abertura será realizada pela responsável técnica da Triagem Neonatal no Estado de Mato Grosso do Sul, enfermeira Vera Regina Dalla Vechia Biolchi Oliveira.

O evento online terá como palestrante a analista de laboratório, Marcela Zuza de Almeida; assistente social Priscilla Fernandes Fagundes; encarregado de TI Alexandre Benes Nunes de Souza. Todos do IPED/APAE.

Devem participar: coordenadores da Atenção Primária, responsável pela Triagem Neonatal Biológica dos municípios e dos Polos Base Indígenas, profissionais que realizam a coleta, ESF - enfermeiro, médicos e técnicos de enfermagem. Profissionais dos Hospitais e Maternidades assim como profissionais dos Pontos de Atenção que venham a fazer a coleta nos períodos em que as Unidades Básicas de Saúde estiverem fechadas. Para participar clique no link: https://telessaude.saude.ms.gov.br/forms/participe.

Cronograma

07/06 – Ocorre a capacitação para profissionais das microrregiões de Ponta Porã e Naviraí.

08/06 – Ocorre a capacitação para profissionais das microrregiões de Dourados e Ponta Porã.

09/06 – Ocorre a capacitação para profissionais das microrregiões de Três Lagoas, Corumbá e Jardim.

10/06 – Ocorre a capacitação para profissionais das microrregiões de Nova Andradina, Coxim e Paranaíba.

11/06 – Ocorre a capacitação para profissionais da microrregião de Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Deputados derrubam vetos a lei que suspende os despejos na pandemia
MINUTO CIDADANIA
Campanha de Enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes
CORONAVÍRUS
Setembro apresenta queda de 56% nas internações por covid em relação a agosto
ECONOMIA
Dívida Pública sobe 1,57% em agosto e aproxima-se de R$ 5,5 tri