Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
Jardim Itatiaia
SAÚDE

Vacinação e sequenciamento genômico são destaques de MS no enfrentamento à Covid-19, diz OPAS

19 junho 2021 - 12h30Por Portal Governo MS

Mato Grosso do Sul está à frente dos demais estados em relação a tomadas de ações para o enfrentamento à Covid-19, destacam técnicos da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) em nova avaliação para o Estado. Além da adoção de medidas não farmacológica como: o uso de máscara e o distanciamento social. O Estado avança no aproveitamento de doses utilizadas de vacina e no mapeamento genômico tornando-se referência para o país.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a opção do Governo do Estado em tomar decisões com bases em evidências científicas têm gerado reflexos positivos para MS. “Estas decisões são importantes, principalmente para o planejamento de novas ações, seja na incorporação de novas tecnologias ou na adoção de medidas mais efetivas”.

Segundo o consultor nacional da OPAS, Rodrigo Said, o Estado avançou em relação a última avaliação realizada em outubro de 2020. “Nós identificamos além do progresso, várias iniciativas positivas desde a divulgação de informações por meio do boletim epidemiológico como na manutenção de boas práticas. É claro que dentro deste processo estamos falando de uma pandemia com cenário bastante dinâmico com características diferentes do que foi no ano passado e isso traz para Mato Grosso do Sul, o desafio de manter as medidas anteriores, incorporar novas boas práticas como ocorre com a questão da imunização”.

No critério de boas práticas, os técnicos chamaram atenção para o sequenciamento genômico que permitiu a identificação de novas variantes do Coronavírus presentes em Mato Grosso do Sul. Além disso, foi destacado as reuniões integradas das frentes de trabalho da SES/MS para tomadas de decisões, organização do processo de trabalho frente à vacinação, regulação de leitos do Estado entre covid e não covid, rastreamento e monitoramento de casos e contatos, implantação de cuidados e capacitação de profissionais pós-covid e gestão de controle de insumos.

O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul – referência no tratamento à Covid-19 também ganhou destaque impressionando os técnicos na agilidade, na criação e gestão leitos de UTIs, além de outras ações implementadas como o Gabinete de Crise realizado duas vezes ao dia com objetivo de oferecer o melhor atendimento à população e no controle de insumos e medicamentos.

Os técnicos visitaram Campo Grande e Dourados em que ressaltaram a iniciativa do município douradense pela decisão de tomar medidas mais restritivas e que já sinalizam para resultados positivos no enfrentamento à Covid-19.

“A OPAs sempre foi nossa parceria em nossas tomadas de decisão e acredito que todas as medidas deveriam ser tomadas com base em evidências científicas. Quero agradecer aqui, as universidades e às demais instituições, como técnicos, professores, pesquisadores e infectologistas a doc que têm nos ajudado neste enfrentamento. Nós não somos ninguém, não fazemos nada sozinhos. Por isso, é importante mantermos essas parcerias. Além da OPAS, representantes do Ministério da Saúde e do Conass também estiveram presentes e acompanharam as visitas a esses municípios”, pontua a secretária-adjunta da SES, Crhistinne Maymone.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Vírus respiratórios ressurgem em crianças e acendem alerta
REGIÃO
Policiais civis predem foragido do Estado de São Paulo por roubo e formação de quadrilha
MATO GROSSO DO SUL
PRF irá realizar a Operação Finados 2021 a partir desta sexta-feira
EDUCAÇÃO
MEC publica edital de adesão ao Sisu 2022