Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021

Andrés batizaria estádio de Itaquera com o nome de Lula

Andrés batizaria estádio de Itaquera com o nome de Lula

07 dezembro 2011 - 15h30
IG


Andrés Sanchez deixa oficialmente a presidência do Corinthians no dia 15, mas até as eleições marcadas para fevereiro ele terá uma missão: encontrar um parceiro para pagar algo em torno R$ 400 milhões pelo direito de batizar o estádio do clube em Itaquera que abrirá a Copa de 2014. Enquanto negocia, ele brinca e vê que se não vendesse o nome do estádio o nome ideal para o “Fielzão” seria o do ex-presidente Lula, um dos viabilizadores da parceria entre clube e Odebrecht.

“Pela grande pessoa que ele é, por tudo que ele fez pelo país, por tudo que fez pelo corintiano e pelo torcedor número 1 que ele é”, disse Andrés, ao iG, na terça-feira, durante uma maratona de entrevistas num dos seus últimos compromissos como presidente do Corinthians antes de assumir o cargo de diretor de seleções da CBF.

Sanchez e o diretor de marketing, Luís Paulo Rosenberg, tentam negociar o nome do estádio com uma empresa que também pague para estampar sua marca no uniforme do time. O contrato com a Hypermarcas, que rende R$ 50 milhões por ano ao Corinthians, se encerra em março e Andrés quer que o próximo acordo chegue a R$ 60 milhões anuais.

Nesta entrevista, Sanchez fala da negociação do nome do estádio, do seu futuro na CBF e do momento político do clube antes das eleições em que tenta eleger seu sucessor, Mário Gobbi.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO
PMA prende infrator por pescar no rio Formoso, onde a pesca é proibida e por porte de maconha
NOTÍCIAS
GPS Eletrônico ultrapassa 1 milhão de visualizações
EDUCAÇÃO
Mais de 88 mil estudantes serão beneficiados nesta primeira fase do MS Alfabetiza
ECONOMIA
FGV: confiança da construção cai em outubro após cinco meses de alta
Índice recuou 0,3 ponto de setembro para outubro