Menu
Busca sábado, 25 de setembro de 2021
Cerro Alegre Empreendimentos Imobiliários
FUNDESPORTES

Autódromo da capital será palco da Copa HRT de Motovelocidade

21 maio 2021 - 11h15Por Portal Governo MS

O Governo do Estado, por intermédio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), apoia neste final de semana, de 21 a 23 de maio, a segunda etapa da Copa HRT de Motovelocidade. A competição acontecerá, com medidas rígidas de biossegurança, no Autódromo Internacional Orlando Moura, em Campo Grande.

As disputas acontecerão nas categorias 1.000 cilindradas (cc) pró e light, 600cc pró e light e 400cc, com participação de pilotos filiados à Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM), que dará suporte ao evento. A competição vai contar pontos ao ranking estadual da Federação de Motociclismo do Estado de Mato Grosso do Sul (Femems). Os treinos livres começam nesta sexta-feira (21).

“Podem esperar muita emoção e adrenalina, haverá pilotos muito rápidos no grid. Os de Campo Grande, por exemplo, têm treinado bastante e melhorado seus tempos”, destaca Rodrigo Compagnoni, um dos organizadores do evento.

A Copa seguirá à risca protocolos de biossegurança como prevenção à Covid-19, em conformidade a medidas recomendadas pelos órgãos sanitários. O uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social serão obrigatórios entre os presentes, incluindo organização, equipes, convidados e público, que terá acesso gratuito ao local. O limite máximo de ocupação de 50% no espaço também será cumprido, seguindo as determinações do decreto municipal.

As corridas classificatórias estão programadas para sábado (22), com baterias de 20 minutos para cada classe. As motos 400cc são as primeiras, às 14h (horário de MS), seguidas pelas de maior cilindrada em ordem crescente até as 1000cc, que finalizam a tarde às 16h. Nesta fase é importante que os pilotos cravem um bom tempo para largar à frente no grid. Depois, cada uma terá mais uma bateria de 15 minutos, mas, desta vez, sem a disputa pela pole.

Este será apenas o “gostinho” de como será o domingo (23), dia das corridas principais. Os portões serão abertos às 6h, mas o cronograma prevê a formação do grid de largada da primeira classe às 08h50. As provas da 400cc e da 600cc serão formadas por 10 voltas completas no circuito, já as motos de 1000cc, Pró e Light, correm um pouco mais, com 12 voltas cada.

Aulas antes das corridas melhoram desempenho dos pilotos

Quem participar do Track Day antes das corridas terá como professor o piloto Ricardo Hayashi, campeão do Superbike, maior campeonato profissional da modalidade nas Américas. “As instruções de pilotagem servem para que o piloto não entre sem noção nenhuma na pista. A intenção é sempre vê-los melhorando. Muitos que fizeram os Track Days ano passado estão participando pela primeira vez de um campeonato”, fala Compagnoni sobre os cursos ministrados em outubro e novembro de 2020, também pelo velocista da categoria Master Pró.

“Desde lá os alunos começaram a pedir para que fizéssemos uma competição. Foi então que pedimos o apoio da Confederação Brasileira de Motociclismo, que nos recebeu de braços abertos, e colocamos tudo em prática”, finaliza.

As informações são da assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM)

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas
CRIME AMBIENTAL
PMA autua arrendatário paulista em R$ 32 mil por derrubar árvores e enterrar a madeira ilegalmente
ECONOMIA
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em maio
OPERAÇÃO HÓRUS
Camionetes com mais de duas toneladas de maconha foram recuperadas pelo DOF