Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021

Judoca da Capital disputa o GP da China

Judoca da Capital disputa o GP da China

16 dezembro 2011 - 14h40
Correio do Estado


Contando com a participação do campo-grandense Rafael Silva, o Baby, a seleção brasileira de judô inicia hoje a disputa do Grand Prix de Quigdao, na China, competição que fecha a temporada mundial do judô.

A competição faz parte do Circuito Mundial da Federação Internacional de Judô e conta pontos para o ranking mundial e olímpico. A medalha de ouro no grand prix vale 200 pontos na lista, enquanto a prata 120 e o bronze 80. Segundo o critério estabelecido pela FIJ, os 22 homens e as 14 mulheres mais bem colocadas no ranking garantem vaga em Londres 2012.

O Brasil disputa o Grand Prix de Qingdao com Erika Miranda (52kg), Camila Minakawa (63kg), Felipe Kitadai (60kg), Bruno Mendonça (73kg), Flávio Canto (81kg), Hugo Pessanha (90kg), Tiago Camilo (90kg), Luciano Corrêa (100kg), Leonardo Leite (100kg), Rafael Silva (+100kg) e Daniel Hernandes (+100kg).

Pelo ranking da Federação Internacional de Judô, estabelecido na temporada de 2009-2010 (de maio a abril), os pontos adquiridos em competições naquele ano perdem 75% do valor até o fechamento da lista Olímpica em 30 de abril de 2012. Os pontos de 2010-2011 valerão 50% do total e, a partir de maio de 2011 até abril de 2012, os pontos serão 100% computados. Valem pontos no ranking os Campeonatos Mundiais, Masters (Top 16), Grand Slam, Grand Prix e Copa do Mundo.

Segundo a programação do evento, lutam nesta sexta-feira Erika Miranda e Felipe Kitadai. No sábado, entram no tatame Camila Minakawa, Bruno Mendonça e Flávio Canto. No domingo, será a vez de Tiago Camilo, Hugo Pessanha, Luciano Corrêa, Leonardo Leite, Rafael Silva e Daniel Hernandes entrarem no tatame.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GUIA LOPES DA LAGUNA
PMA prendem e autuam infrator por pescar utilizando petrecho ilegal, onde a pesca é proibida
OUTUBRO ROSA
Com foco na prevenção, Conselho leva mulheres com deficiência para realizar exames
OPERAÇÃO PROLEPSE
PMA autua 128 infratores, aplica 33 milhões em multas e realiza orientação em 740 propriedades
POLÍTICA
Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência