Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021

Justiça suspende processo contra goleiro Rogério Ceni por falsidade ideológica

Justiça suspende processo contra goleiro Rogério Ceni por falsidade ideológica

19 maio 2012 - 10h49
Última Instância

A 4ª Vara Criminal Central de São Paulo decidiu, na última sexta-feira (18/5), suspender o processo movido contra o goleiro Rogério Ceni, pelo crime de falsidade ideológica.

Na denúncia formulada pelo MP-SP (Ministério Público de São Paulo), consta que o goleiro do São Paulo teria assinado um documento no Detran (Departamento de Trânsito) em 2008 contendo informações falsas. De acordo com o MP-SP, a intenção era evitar a perda de pontos em sua carteira de habilitação, e transferir a punição a outra pessoa.

Com base nos supostos fatos, Ceni fora denunciado pelos delitos enquadrados no artigo 299 do Código Penal.

Atendendo à proposta de suspensão condicional formulada pelo MP-SP, e diante da aceitação do acusado e de seu advogado, a juíza Márcia Helena Bosch homologou o pedido e declarou suspenso o processo e o curso do prazo prescricional por dois anos.

Durante esse período, Rogério Ceni não poderá frequentar bares, casas noturnas e lugares de reputação duvidosa após as 22h. O goleiro também não poderá se ausentar da cidade por mais de 30 dias sem autorização judicial, tampouco mudar de endereço sem comunicar a juíza. Mensalmente, Ceni terá que comparecer perante a Justiça e prestar esclarecimentos, informando e justificando suas atividades.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
INSS inicia pagamento de segunda parcela do 13º salário a aposentados
PONTA PORÃ
PM apreende carro transportando pneus e cigarros
LEGISLATIVO DE MS
Com mortes de bancários, Neno volta a defender inclusão do grupo na vacinação contra Covid
IMUNIZAÇÃO
Com cobertura em 40,06%, campanha de vacinação contra a Influenza continua em Mato Grosso do Sul