sexta, 12 de agosto de 2022
Cassems - Todos - Agosto 2022
BALANÇO GOVERNO

MS+Esporte: pacote estadual investe R$ 120 milhões e movimenta setor

01 janeiro 2022 - 09h00Por Portal Governo MS

Pacote de investimentos do Governo de Mato Grosso do Sul, o "MS+Esporte" injeta R$ 120 milhões de recursos estaduais em obras de reforma e construção de praças esportivas; na execução de programas e projetos do setor; na abertura de editais de fomento para clubes e federações; e na realização de grandes eventos esportivos.

“É uma retomada esportiva, um complemento daquilo que já fizemos para outras categorias afetadas pela pandemia de covid-19. É um amplo apoio ao esporte - do alto rendimento, com os atletas olímpicos, ao esporte amador. Tem a ampliação da Bolsa Atleta e da Bolsa Técnico, construção de arenas esportivas em todos os municípios, reformulações de ginásios, reforma do Estádio Morenão, apoio aos clubes de futebol de Costa Rica e Dourados, que vão representar Mato Grosso do Sul na série D, apoio clubes e federações para compra de equipamentos e materiais permanentes. Com uma série de investimentos, o ‘MS+Esporte’ vai atender todas as modalidades. Com ele, vamos segurar atletas de alto rendimento aqui no Mato Grosso do Sul”, destacou o governador.

O plano de investimentos contempla todas as modalidades no Estado e já é considerado histórico, pelo valor e abrangência. Confira abaixo detalhes dos projetos contemplados pelo “MS+Esporte”.

Estádio Morenão - Com investimento de R$ 9,5 milhões, o Estádio Morenão será reformado por completo pelo Governo do Estado. O projeto de reforma vai transformar o histórico estádio de Campo Grande em um complexo esportivo e multicultural. A revitalização inclui obras de infraestrutura, como acessibilidade, novos banheiros e cobertura do fosso ao redor do campo. Também contempla reforma na parte elétrica e no sistema de prevenção a incêndios e construção de uma plataforma para cadeirantes no espaço atual do fosso.

Reformas e construção nos municípios - Municípios receberão R$ 39,5 milhões de investimentos em obras de construção e reformas de praças esportivas. São eles: Bonito, Camapuã, Campo Grande, Chapadão do Sul, Costa Rica, Deodápolis, Dourados, Itaquiraí, Jaraguari, Maracaju, Mundo Novo, Nova Andradina, Ponta Porã, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso e Sete Quedas.

Entre as ações certas estão a construção da piscina olímpica pública no Parque Ayrton Senna, na Capital (R$ 11 milhões, do Governo do Estado e da Prefeitura de Campo Grande); novas pistas oficiais de atletismo em Ponta Porã (R$ 3,1 milhões) e Chapadão do Sul (R$ 2,8 milhões); a reforma do estádio municipal de Costa Rica (R$ 6 milhões); e a edificação do Complexo de Excelência de Maracaju (R$ 2,8 milhões).

Pista de skate - Modalidade olímpica que ganhou destaque nos jogos de Tóquio-2020, o skate de Campo Grande ganhou reforço de R$ 1 milhão. Com o recurso, será construída uma moderna pista do esporte na região das Moreninhas, o segundo bairro mais populoso da Capital.

Liga das Nações de Vôlei 2022 - A famosa competição mundial de voleibol voltará a Mato Grosso do Sul graças ao convênio de R$ 3,2 milhões firmado entre o Governo do Estado e a CBV (Confederação Brasileira de Voleibol). Com Campo Grande na rota da competição, a expectativa é de que oito países disputem jogos da Liga das Nações de Vôlei aqui entre maio e junho do ano que vem. Entre outros eventos previstos para Mato Grosso do Sul estão os campeonatos brasileiros de motocross, ginástica, paracanoagem, basquete em cadeira de rodas e handebol; Brasil Ride de Mountain Bike; e Eco Pantanal Extremo.

Escolinha de vôlei do Pezão - Com convênio de R$ 500 mil, o Governo do Estado fomenta a participação dos times de Mato Grosso do Sul em competições nacionais, como a Super Liga.

Equipes profissionais de futebol - R$ 1 milhão de recursos do Estado serão repassados aos clubes de futebol de Costa Rica e de Dourados, que vão representar Mato Grosso do Sul na série D da Copa do Brasil.

Editais para clubes e federações - Contemplando todas as modalidades esportivas, editais de fomento de R$ 3 milhões foram lançados com foco no alto rendimento dos atletas.

Ampliação do Bolsa Atleta e Bolsa Técnico - Teve a oferta de vagas ampliada em mais de 45%. O número de benefícios pagos saltou de 270 para 394. Dividido em 11 categorias, o programa de incentivo aos esportistas paga até R$ 1.500 mensais, por um ano. Atualmente, o Governo investe R$ 2,7 milhões anuais no programa. Com a ampliação, esse montante será de R$ 3,8 milhões.

“MS Olímpico” - Nova bolsa auxílio para atletas de Mato Grosso do Sul, que pagará de R$ 5 mil a R$ 7 mil mensais aos medalhistas olímpicos e R$ 3 mil para os técnicos, até a Olimpíada de Paris-2024. Entre os beneficiários estão os paratletas Yeltsin Jacques e Fernando Rufino, que conquistaram medalhas de ouro para o Brasil nas Paralimpíadas de Tóquio 2020. Orçamento total da nova bolsa é de R$ 720 mil.

“MS bom de bola” - Programa que prevê a instalação de 117 arenas esportivas com gramas sintéticas nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, oportunizando acesso às atividades físicas. Cada praça esportiva terá arquibancadas e luz de led. Até o momento, 90 arenas já foram licitadas, 60 delas incluindo espaço para basquete (total de R$ 24,2 milhões) e 30 padrão (total de R$ 10,3 milhões).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA

Produção de motocicletas tem melhor acumulado para julho desde 2015

SAÚDE

Anvisa analisa cinco pedidos para diagnóstico da varíola dos macacos

ECONOMIA

Conab estima safra de grãos em 271,4 milhões de toneladas em 2021/22

ECONOMIA

Pesquisa indica queda de 2% no abate de frangos no país