quinta, 29 de fevereiro de 2024

"Santos de Neymar" não brilha e perde para o Vélez em 1º duelo contra argentino

"Santos de Neymar" não brilha e perde para o Vélez em 1º duelo contra argentino

18 maio 2012 - 09h04Por UOL Esportes
A geração Neymar enfrentou pela primeira vez uma equipe argentina desde que surgiu no inicio de 2010, e não conseguiu um resultado positivo. O Santos parece ter sentido a pressão de jogar contra o Vélez Sarsfield, nesta quinta-feira, no estádio José Amalfitani, em Bueno Aires, na Argentina, e perdeu por 1 a 0 o duelo de idas das quartas de final da Copa Libertadores da América.

Em falha do goleiro Rafael, o atacante Óbolo aproveitou cruzamento da esquerda e desviou de cabeça para fazer o único gol da partida.

Neymar perdeu o duelo para o lateral direito improvisado, Peruzzi, que ameaçou o craque em tom de brincadeira antes da partida. O camisa 11 do Santos não conseguiu escapar da marcação quase individual de Peruzzi, que ainda contava com o volante Cubero na sobra. O craque santista ainda recebeu um cartão amarelo por simular uma falta.

A partida de volta contra o Vélez acontece na próxima quinta-feira. O local da partida ainda não está definido pela diretoria do clube, que tem dúvidas entre Vila Belmiro e Pacaembu. Antes disso, o Santos estreia no Campeonato Brasileiro, diante do Bahia, em Salvador, no próximo domingo.

O Santos não foi agressivo como de costume nos jogos e só teve uma oportunidade de gol no primeiro tempo. O único ataque santista teve a participação de Neymar e Juan, e terminou com uma linda finalização de Paulo Henrique Ganso, que tentou encobrir o goleiro, mas Barovero, bem posicionado, fez a defesa.

O Vélez tentou pressionar o Santos durante todo o primeiro tempo, sempre apostando na velocidade e habilidade do atacante Martinez. O melhor jogador do time argentino finalizou de perna esquerda para boa defesa de Rafael. Dez minutos depois, o atacante tabelou com Cabral e recebeu de volta para chutar forte e provocar nova defesa de Rafael.

O goleiro santista foi o grande personagem no primeiro tempo. Após fazer uma grande defesa em chute de Fernández pela direita aos 31 minutos, Rafael falhou ao “perder o tempo” da bola, e viu Obolo aproveitar o cruzamento de Papa e abrir o placar de cabeça. O Santos ainda tentou responder no final da primeira etapa, mas o goleiro argentino fez boa defesa.

Na segunda etapa, o Vélez foi menos ofensivo, e o Santos buscou mais as jogadas de ataque. Muricy Ramalho ainda sacou Alan Kardec para a entrada de Borges. No entanto, o gol quase saiu em bola parada. Elano cobrou escanteio fechado da esquerda, mas o goleiro salvou o gol olímpico.

O Vélez tentava repetir a estratégia de sucesso no primeiro e apostava na bola área na etapa final. Obolo e Sebá aproveitaram cruzamentos na área e deram trabalho a Rafael. O meia Fernández finalizou forte dentro da área e também obrigou o goleiro santista a fazer uma firma defesa.

No final da partida, Cabral finalizou forte de fora da área e Rafael fez uma grande defesa para evitar o segundo gol do Vélez.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIREITOS HUMANOS

Projeto garante a participação de mães e grávidas em concursos de beleza

POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Projeto prevê abatimento no Fies para graduados em Direito que atuarem em Defensorias Públicas

ECONOMIA

Campos Neto defende estabilidade monetária para combater a pobreza

SAÚDE

Sessão solene na Câmara marca o Dia Mundial das Doenças Raras