Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021

Atraso no plantio das lavouras pode dar prejuízo a 400 famílias, dizem índios.

Chefia da Funai admite atraso e justifica que houve demora em licitação.

03 novembro 2011 - 14h20
G1 MS

Agricultores da reserva indígena de Dourados, na região sul do estado, estão preocupados com o atraso no plantio das lavouras de subsistência. Segundo os índios, a Fundação Nacional do Índio (Funai) deveria entregar as sementes para a comunidade no início de outubro, época do começo do plantio, mas até agora não foram entregues.

O atraso no programa de distribuição pode comprometer a alimentação de cerca de 400 famílias. Os indígenas reclamam também da falta de combustível para o único trator comunitário usado pelos agricultores.

A coordenação regional da Funai admite o atraso e justifica que houve demora na licitação. Já sobre a entrega do combustível para o trator, o órgão alega que a prefeitura ficou responsável por fornecer ajuda, o que deve começar nos próximos dias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Estudo diz que CoronaVac eleva resposta em pacientes imunossuprimidos
CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul recebe 62.230 doses de vacinas contra Covid-19
POLÍTICA
CPI: Marcelo Blanco diz que negociava vacinas para setor privado
EDUCAÇÃO
Processo seletivo da UEMS 2022 terá vagas para vestibular, Sisu e Enem