Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021

"Às vezes aparecem uns namorados", diz Marco Nanini a revista

28 outubro 2011 - 15h20
Folha

Capa da revista "Bravo", o ator Marco Nanini, 63, falou à revista que, quando está sem um namorado, não se sente sozinho.

"Às vezes, pintam umas namoradas, uns namorados... Namoradas, não. Namorados... Mas, se não pintam, sem problemas. Já vivi o que necessitava viver nessa seara."

Nanini também falou sobre sua relação com o trabalho e disse que seu envolvimento com os personagens fez com que ele começasse a fumar.

"Em 1984, protagonizei a montagem de Mão na Luva. Um dia, durante os ensaios, o Aderbal Freire-Filho, diretor da peça, sugeriu que meu personagem fumasse. De início, no palco, evitava cigarros e fumava somente cigarrilhas. Mas depois, perdi o controle. Traguei, substituí as cigarrilhas pelo cigarro, chutei o balde. No fim da temporada, já me considerava fumante. Hoje, consumo sete maços por semana, mais ou menos."

Deixe seu Comentário

Leia Também

HABITAÇÃO
Entrega de títulos de moradias proporciona direito e conquista para centenas de sul-mato-grossenses
ECONOMIA
Trabalho remoto gerou economia de R$ 1,4 bi no Executivo federal
ESTADO
Apesar da pandemia, MS terá o maior crescimento do PIB no país
DOURADOS
Ocorrências violência doméstica "evolui" e trio acaba preso por tráfico e furto pela PM