domingo, 03 de março de 2024

Animal ficou preso no buraco por cerca de 2 horas até ser resgatado.

Corpo de Bombeiros utilizou um tipo de guindaste para o resgate.

04 junho 2012 - 15h35
G1 MS

Em Mato Grosso do Sul, o Corpo de Bombeiros resgatou uma égua que caiu em um poço de aproximadamente 1,5 metros de profundidade na manhã desta segunda-feira (4), na aldeia indígena Jaguapiru, em Dourados, a 225 km de Campo Grande.

Segundo os militares, o animal pertence a uma moradora da aldeia e ficou preso no poço por aproximadamente duas horas até a chegada do socorro. O resgate durou menos de 10 minutos, e foi feito por um madal, equipamento semelhante a um guindaste. A égua estava com metade do corpo para fora do buraco e foi puxada pelas patas dianteiras, que foram amarradas ao madal. Ela não apresentou ferimentos.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, a dona e o animal passeavam pelo local quando aconteceu o acidente. A mulher teria se afastado do bicho e, quando voltou para pegá-lo, já tinha caído no poço. Ela ainda teria tentando resgatar o animal, mas não conseguiu e acionou os militares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE

Sistema E-Crie de MS é avaliado pelo Ministério da Saúde para implementação em nível nacional

PEDRO JUAN

Tiroteio em residência atinge hospital e quatro brasileiros são presos

GESTÃO PÚBLICA

Curso capacitação de responsáveis técnicos do Precoce/MS já está disponível no site da Escolagov

GERAL

Matemática ajuda brasileiro a descobrir possível novo planeta