Menu
Busca terça, 30 de novembro de 2021

Brasil e Paraguai debatem ações contra aftosa

17 outubro 2011 - 17h40
Divulgação (TP)

Alinhar as estratégias de sanidade animal no combate a aftosa no Paraguai e Brasil. Esse é o objetivo da reunião que acontece hoje (17) pela manhã, na sede da Sociedade Rural Paraguaia, em Assunção (Paraguai). Além de autoridades do país vizinho, participam da reunião o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), Eduardo Riedel, vice-presidente de Finanças da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Ademar da Silva Junior, coordenador da Câmara Setorial de da Cadeia da Bovinocultura e Bubalinocultura e presidente da Comissão da Pecuária de Corte da Famasul, José Lemos Monteiro, e o presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), Chico Maia.



O combate a aftosa também será pauta da reunião da Câmara Setorial de Bovinocultura e Bubalinocultura que acontece nesta terça (18), na sede da Famasul. Na ocasião, a diretora da Agência de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), Cristina Carrijo, irá apontar as medidas tomadas em Mato Grosso do Sul para impedir que o foco identificado no país vizinho ultrapasse a fronteira brasileira. A reunião terá participação de uma comissão da Sociedade Rural Paraguaia, que irá apresentar as ações adotadas pelo governo daquele País.


O Conselho Nacional da Pecuária de Corte estará presente na reunião com a apresentação do trabalho sobre resíduos na carne, divulgado no Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), na última sexta (14). Também participam do debate a Superintendência Federal de Agricultura (SFA), a Embrapa, a Secretaria Estadual de Produção (Seprotur), além de representantes de frigoríficos do Estado.


A reunião da Câmara Setorial da Bovinocultura e Bubalinocultura será realizada dia 18, às 8 horas, na sede da Famasul, localizada a Rua Marcino dos Santos, 401, bairro Cachoeira II, Campo Grande.


Sobre a Famasul - A Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) é uma das 27 entidades sindicais que integra a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Tem atuação voltada para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representa os interesses dos produtores e dos sindicatos rurais do Estado. Como representante do homem do campo, a Famasul põe seu corpo técnico a serviço da competitividade da agropecuária, da segurança jurídica e da valorização do homem do campo. O produtor rural sustenta a cadeia do agronegócio, respondendo diretamente por 16,6% do PIB sul-mato-grossense e responsável por parcela substancial da produção industrial de Mato Grosso do Sul. Acesse www.famasul.com.br.



Deixe seu Comentário

Leia Também

DEFESA DO CONSUMIDOR
Procon/MS autua empresas de comércio online por irregularidades durante a Black Friday
GERAL
Ministra: pecuária tem papel fundamental na agenda climática mundial
MEIO AMBIENTE
Imasul informa: Queima controlada na planície pantaneira continua proibida até o fim do ano
POLÍTICA
Presidente Bolsonaro assina filiação ao PL