terça, 23 de julho de 2024

Documentos destacam comércio e indústria como um dos setores de desenvolvimento local

Documentos destacam comércio e indústria como um dos setores de desenvolvimento local

17 abril 2012 - 14h24
Divulgação (TP)

Caarapó é o próximo município a receber o mapa de oportunidades e o plano de ação do Prolocal - Projeto Sebrae de Desenvolvimento Territorial de Mato Grosso do Sul. A iniciativa é uma continuidade ao projeto que será lançado de março a maio nos 21 municípios participantes.

Os documentos que serão apresentados ao prefeito e lideranças de cada região contêm dados sobre ações previstas para os municípios durante a realização do projeto, nos próximos dois anos e meio, além de relatar as oportunidades para empreendimentos e vocação econômica do local. Na ocasião, consultores do Sebrae ministram palestra sobre empreendedorismo e os melhores setores para investimentos nas regiões.

Da análise das informações coletadas através do conhecimento qualificado do território, das entrevistas com lideranças públicas e privadas, e das discussões realizadas nas oficinas foram identificados, priorizados e validados quatro eixos de desenvolvimento para o município de Caarapó, sendo eles, os setores de comércio, indústria, agronegócio e turismo

Todos estes dados foram colhidos durante a primeira fase do Prolocal – Projeto de desenvolvimento econômico dos municípios de Mato Grosso do Sul, quando consultores do Sebrae/MS estiveram presentes nas cidades participantes para destacar os eixos de desenvolvimento e o plano de ações de cada região. Os documentos contendo todos os dados serão entregues nas mãos do prefeito Mateus Palma de Farias nesta terça-feira, 17 de abril às 19 horas na Câmara Municipal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Início de operação da fábrica de Ribas do Rio Pardo consolida MS como vale da celulose

ECONOMIA

Mercado voluntário de carbono no Brasil recua em 2023

Dados são do Observatório de Bioeconomia da FGV

BRASIL

Conab recebe mais R$ 115 milhões para apoio à comercialização da agricultura familiar

DIREITOS HUMANOS

Cimi: políticas públicas ainda não frearam violência contra indígenas

Relatório cita fortalecimento e retomada de ações de fiscalização