Menu
Busca domingo, 01 de agosto de 2021

Duas pessoas são presas por crime ambiental

Duas pessoas são presas por crime ambiental

18 agosto 2011 - 20h40Por CONESUL NEWS
A Polícia Federal prendeu duas pessoas na tarde de terça-feira, que realizavam o transporte de jacarés abatidos, na BR-262 próximo ao município de Terenos.

Durante a berreira, os policiais surpreenderam A.K.B.Z., condutor do veículo Fiat Strada com placa de Campo Grande, levando em dois isopores.

No primeiro, foi encontrado 43 cabeças do animal, com idade aproximada de um ano e 96 jacarés inteiros de diversos tamanhos e outro isopor contendo 11 pacotes plásticos com aproximadamente um quilo de filé de jacaré em cada pacote, totalizando aproximadamente 11 quilos.

A partir da apreensão, os agentes empreenderam diligências em Miranda, em uma fazenda, onde funcionava uma criação de jacaré de propriedade de G.B.Z.

No criadouro foram apreendidos aproximadamente 3,4 mil jacarés vivos de diferentes estágios de vida, além de 84 peles congeladas e salgadas de jacaré, 50 cabeças de jacaré congeladas e 110 jacarés inteiros congelados, além de carne de jacaré e produtos industrializados feitos com o couro do animal.

Em uma residência, nesta capital, foram apreendidas também 420 quilos de peles de jacarés, separadas em lotes.

G. B. Z. não possuia autorização válida do IBAMA para a criação de jacaré nem tinha autorização para abater e transportar os animais.

Os envolvidos foram presos em flagrante pela prática de crimes ambientais e formação de quadrilha. Foi arbitrada fiança no valor de R$ 27 mil reais e após paga foram liberados e respondem o processo em liberdade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Aneel: bandeira tarifária de agosto se manterá vermelha
BR-262
Homem morre ao ficar preso entre as ferragens após carro cair em valeta de rodovia no MS
POLÍCIA
Drone, drogas e celulares são apreendidos pelo DOF momentos antes de chegarem aos internos da PED
SAÚDE
Covid longa: pacientes 'recuperados' podem ter problemas de raciocínio e memória, aponta pesquisa