Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021

'Ele estava descontrolado', diz polícia em MS sobre motorista que matou 2

'Ele estava descontrolado', diz polícia em MS sobre motorista que matou 2

03 maio 2012 - 16h10
G1 MS


O motorista de um ônibus suspeito de matar dois homens de moto e ainda bater de frente com um coletivo na BR-262 em Corumbá, a 444 km de Campo Grande, na madrugada de segunda-feira (30), teria provocado o acidente durante um "momento de descontrole e nervosismo", segundo a delegada que investiga o caso, Joilce Ramos. Na segunda-feira (30), antes dos acidentes, ele discutiu com donos de um bar e ainda arremessou o veículo na parede do estabelecimento.

A delegada disse ao G1 que, em interrogatório informal, o homem teria dito que estava nervoso e teria tentado se matar. "Foi uma sequência de ações para se matar".

Apesar de confirmar que teria tentado suicídio, o homem negou que tivesse provocado os acidentes.

O motorista contou à polícia que se lembra que estava muito nervoso, mas não se recorda dos acidentes. O interrogatório informal foi feito no hospital, onde ele está internado por conta dos ferimentos.

Conforme a delegada, o condutor foi preso em flagrante. Ele foi indiciado por homicídio doloso, lesão corporal dolosa e omissão de socorro.

Na terça-feira (1º), segundo ela, o inquérito foi encaminhado ao plantão da Justiça que decidirá se mantém a detenção. O suspeito permanece internado no hospital nesta quarta-feira (2), sob escolta policial.

Descontrole

Joilce conta que o homem dirigia o ônibus fretado por cerca de 40 turistas que havia saído de Santa Catarina, com destino a Corumbá.

A delegada explica que o caso começou quando o suspeito deixou os visitantes dormindo no hotel e foi até um bar a poucos metros da hospedagem para beber.
“Ele ficou bebendo durante toda a madrugada. Quando foi pagar, teria batido duas vezes sobre o balcão. A mulher do dono do bar pediu respeito e eles começaram a discutir. Ela disse que o valor não fazia diferença e disse que ele poderia ir embora sem pagar a conta, mas ele insistiu em pagar”, diz a delegada. Segundo ela, o suspeito confirmou essa discussão durante a conversa no hospital.


O dono do bar foi chamado ao local e também se envolveu-se na briga. O suspeito, de acordo com Joilce, disse que buscaria uma arma para matar os comerciantes. Segundo ela, o homem voltou com o ônibus e usou o veículo para danificar o carro do casal e a fachada do estabelecimento.

Em seguida, de acordo com a delegada, o suspeito voltou ao hotel e foi seguido pelo dono do bar. A delegada disse que testemunhas relataram em depoimento que o motorista do ônibus chegou a se deitar no chão e pedir que o comerciante passasse em cima dele com o carro. "Ele disse que se mataria caso o dono do bar não o matasse", afirma a delegada.

Segundo a polícia, o homem saiu do local com o ônibus em direção à rodovia. O motorista relatou à polícia que não se lembra de ter atingido a moto, com dois ocupantes, que morreram no local.

Ainda no intuito de se matar, de acordo com a delegada, o condutor do ônibus teria jogado o veículo contra o coletivo, que estava com vários passageiros, no acostamento da rodovia. Os dois condutores foram internados com ferimentos e os passageiros não sofreram lesões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
INSS inicia pagamento de segunda parcela do 13º salário a aposentados
PONTA PORÃ
PM apreende carro transportando pneus e cigarros
LEGISLATIVO DE MS
Com mortes de bancários, Neno volta a defender inclusão do grupo na vacinação contra Covid
IMUNIZAÇÃO
Com cobertura em 40,06%, campanha de vacinação contra a Influenza continua em Mato Grosso do Sul