Menu
Busca terça, 30 de novembro de 2021

Escolas do MS debatem sustentabilidade e cidadania na sala de aula

20 outubro 2011 - 22h19Por Assessoria
O “Programa Atitude pelo Planeta” convida alunos e professores a participaram de ações relacionadas ao exercício da cidadania e ao desenvolvimento sustentável.

Escolas da rede pública e privada do município de Jardim estão recebendo neste mês de outubro, o programa “Atitude pelo Planeta”, da Junior Achievement de Mato Grosso do Sul (JAMS). O projeto está sendo aplicado pelos professores que abordam a sustentabilidade e a cidadania como mecanismos fundamentais para refletir e enfrentar os problemas sociais e ambientais da atualidade. Jardim é o terceiro município atendido pelo programa que já é desenvolvido em Campo Grande e Dourados.

Na Capital, o “Atitude pelo Planeta” conta com uma rede de mais de 20 voluntários formados por acadêmicos de Ciências Biológicas da Uniderp Anhanguera, parceira da JAMS. Até o fim do mês mais duas escolas da rede pública vão receber os voluntários.

Em setembro mais 300 alunos do Ensino Médio da Escola da Mace participaram de atividades que promovem a consciência ambiental. “Nossa tarefa dentro da sala de aula é demonstrar para os alunos o poder das pequenas atitudes que alcançam grandes resultados. Para isso utilizamos situações lúdicas que estimulam o debate e a resolução em grupo de um problema”, explica a acadêmica Nathália Pestana, sobre o principal objetivo do projeto.

O diretor da escola Wilson Buzinaro acredita que o projeto fomenta uma a integração do aluno com a sociedade e que ele participe ativamente na construção de um planeta mais equilibrado. “O papel da escola está além de preparar o aluno com provas e conteúdos, mas também motivar esses estudantes a se engajarem em atividades que visem o bem comum”. Para o professor de geografia Nelson Cesário, trazer este tema atual proporciona uma interação do aluno com escola e a percepção do que os voluntários apresentam, está diretamente ligada às disciplinas.

O estudante João Barbeta de 15 anos acompanhou atentamente as lições passadas pelos voluntários sobre o impacto ambiental causado pelos resíduos que poderiam ser reciclados depositados sem tratamento podem causar. João acrescenta que em casa todos já se preocupam em adotar atitudes cidadãs e ambientalmente corretaste. “Em casa já temos o hábito de separar o lixo, sempre ajudo nessa tarefa”.

O programa “Atitude pelo Planeta” tem a missão de promover o envolvimento dos jovens nas questões ambientais, por meio de atividades lúdicas e de ações relacionadas ao exercício da cidadania, apresentando e desenvolvendo conceitos relacionados ao desenvolvimento sustentável. O Programa aborda diversos assuntos, baseando-se no equilíbrio de objetivos sociais, ambientais e econômicos, preservando os recursos do planeta para o futuro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEFESA DO CONSUMIDOR
Procon/MS autua empresas de comércio online por irregularidades durante a Black Friday
GERAL
Ministra: pecuária tem papel fundamental na agenda climática mundial
MEIO AMBIENTE
Imasul informa: Queima controlada na planície pantaneira continua proibida até o fim do ano
POLÍTICA
Presidente Bolsonaro assina filiação ao PL