Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021

Estudantes podem se inscrever no 1ª Feira de Tecnologia da UFMS

Estudantes podem se inscrever no 1ª Feira de Tecnologia da UFMS

22 agosto 2011 - 09h30Por Assessoria
Alunos matriculados a partir da 6ª série do Ensino Fundamental ou que estejam cursando o Ensino Médio, EJA ou Técnico das escolas municipais, estaduais, federais e particulares de todo Estado podem participar da 1ª Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (Fetec). O objetivo do evento, organizado pela UFMS, é despertar a criatividade e capacidade de inovação na educação básica. As inscrições são até o dia 9 de setembro.

Os alunos devem desenvolver projetos ou atividades científicas e tecnológicas nas áreas de Ciências Exatas e da Terra, Ciências Biológicas, da Saúde, Agrárias, Sociais e Humanas, Engenharias e suas aplicações. De acordo com os organizadores, trata-se de uma oportunidade também para aproximar as escolas da rede pública e privada da Universidade, proporcionando uma interação entre estudantes e professores. Os estudantes podem participar individualmente ou em grupos de, no máximo, três integrantes, por projeto. Também é necessário que haja um adulto orientador, com mais de 21 anos.

A Fetec terá uma única fase que ocorrerá na semana de 24 a 29 de outubro, concomitante com o projeto "UFMS de portas abertas". A fase final ocorrerá nas quadras localizadas em frente a Unidade 7, onde funcionam o Projeto Córrego Bandeira- Instituto Airton Senna. A Feira conta com a parceria da Fundect-MS e do CNPq. Os três melhores projetos em grupo e os três melhores individuais receberão passagem de ida e volta para a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace) da POLI/USP - 2012, além de outros prêmios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
PMA de Aquidauana captura terceiro jacaré passeando pelas ruas da cidade neste ano
INTERNACIONAL
China quer trabalhar com o Brasil para promover parceria estratégica
FÁTIMA DO SUL
PMA fecha serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei prejudicando a vizinhança
AÇÃO DE GOVERNO
Ritmo das obras intensifica no Estado, com mais de 80 trabalhos só na área urbana