Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021

Falhas de J. Cesar e retrospecto de Tite em mata-matas preocupam Corinthians

23 abril 2012 - 10h07Por UOL Esporte
O Corinthians havia feito a melhor campanha da 1ª fase do Paulistão e terminou a fase de grupos da Libertadores com o segundo melhor rendimento. Bastou a eliminação diante da Ponte Preta, no domingo, no Pacaembu, para reacender o questionamento sobre as chances de o clube alcançar o inédito título da competição continental. A dúvida recai principalmente em Julio Cesar. Ele enfrenta o rótulo de que falha em momentos decisivos.

O goleiro saiu chorando do Pacaembu após falhar em dois gols da Ponte Preta. Julio Cesar teve o respaldo do presidente do clube, Mario Gobbi, e do técnico Tite. Para o primeiro duelo das oitavas da Libertadores, dia 2 de maio, contra o Emelec, em Guayaquil, o camisa 1 não tem garantia de que permanecerá na meta.

“Dá para elencar uma série de jogos que ele foi decisivo. Contra o Ceará, Palmeiras ele fez defesas extraordinárias. Maturidade o Julio tem”, defendeu Tite.

Além da instabilidade do goleiro, o Corinthians enfrenta outro fator negativo. Tite mais perdeu do que ganhou em duelos de mata-matas desde que retornou ao clube, em 2010.

Ele perdeu três (eliminado contra o Tolima e Santos, em 2011, e Ponte Preta, em 2012) disputas e venceu duas (Oeste e Palmeiras, em 2011).

O treinador corintiano entende que derrotas e frustrações servem para formar equipes calejadas e preparadas para novos desafios.

“Experiência não se adquire em livro. Experiência não se adquire em palestras, entrevistas. Experiência não se passa por suor. Experiência para se tornar alguém se queima na carne. Nós estamos queimados, preparados. Nós já mostramos quando vencemos o Brasileirão e provamos muito na Libertadores”, disse Tite.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Camionete roubada em Brasília é apreendida pelo DOF
OPORTUNIDADE
Processo Seletivo para contratação de Analista de Medidas Socioeducativas está com inscrições aberta
INVESTIGAÇÃO
Polícia descarta latrocínio e investiga morte de mulher em Dourados por execução
LAGUNA CARAPÃ
Homem que seguia para Campinas com mais de 70 quilos de maconha foi preso pelo DOF