Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
Cerro Alegre Empreendimentos Imobiliários
GERAL

Grupo recebe autorização para iniciar estudos de concessão da MS-112 e trechos da BR-158 BR-436

02 junho 2021 - 10h45Por Portal Governo MS

O Governo do Estado, por meio do Escritório de Parcerias Estratégicas (EPE), dá início a fase de estruturação do projeto de concessão da rodovia MS-112 e trechos da BR-158 e BR-436. Nessa terça-feira (01.06), um grupo composto por quatro empresas recebeu a autorização para elaborar os estudos técnicos que irão demonstrar a viabilidade do projeto.

De acordo com a Deliberação nº 27 do Conselho Gestor do PROPPP (Programa Estadual de Parceria Público-Privada), publicada no Diário Oficial do Estado, na edição dessa terça-feira (01.06), o grupo é formado pelas empresas Moysés & Pires Sociedade de Advogados, Infraplan Consultoria Ltda, Vallya Advisors Assessoria Financeira Ltda e Proficenter Negócios em Infraestrutura. O prazo para conclusão dos estudos técnicos é de 120 dias.

“Uma das prioridades do nosso o Estado é a implantação de uma política de melhoria em infraestrutura rodoviária. O contrato de concessão a longo prazo acelera e otimiza os investimentos neste setor”, afirmou a secretária Especial de Parcerias Estratégicas do Governo de Mato Grosso do Sul.

A primeira concessão rodoviária de Mato Grosso do Sul foi a MS-306, localizada ao norte do Estado. A partir daí, considerando a diretriz estadual em desenvolver e incentivar parcerias estratégicas com a iniciativa privada - e ainda sanando a necessidade de utilizar elementos inovadores na gestão pública, o EPE lançou, em abril, o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) nº 02/2021, a fim de estruturar os estudos técnicos da futura concessão da MS-112.

O objetivo do projeto de concessão é ampliar as condições de trafegabilidade, garantir a segurança dos usuários, bem como estimular o desenvolvimento socioeconômico regional.

“É missão inadiável da administração pública valer-se de elementos inovadores, por meio do uso de novos instrumentos e de parcerias, voltados para a melhoria de infraestrutura do Estado”, ressaltou a secretária.

A área territorial que será objeto de estudo (MS-112, BR-158 e BR-436) abrange seis municípios do Estado: Cassilândia, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Inocência, Selvíria e Três Lagoas. As rodovias estão localizadas na área nordeste de Mato Grosso do Sul e se desenvolvem ao longo da divisa com os Estados de Goiás, Minas Gerais e São Paulo.

MS-112

A Rodovia MS-112, com 200,9 km de extensão, se estende quase em paralelo com a BR-158, ligando Três Lagoas à Cassilândia, passando pelo município de Inocência e atendendo a uma das regiões de agronegócio no Estado.

A rodovia, além de relevante rota de escoamento da produção agropecuária e de celulose, é um importante polo de integração comercial e de produção entre Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Goiás e Minas Gerais

BR-158

A BR-158, que dá continuidade à MS-306 - rodovia recentemente concessionada-, é importante rota de escoamento da região Centro-Oeste. Dessa forma, a rodovia serve como acesso ao modal hidroviário do Mercosul, através da Hidrovia do Rio Tietê-Paraná, além de servir como rota rodoviária para os caminhões que buscam o porto Marítimo de Paranaguá e Santos.

BR-436

Com extensão de 14,4 km, a BR-436 tem início e fim dentro do território sul-mato-grossense, atua como porta de acesso ao estado de São Paulo e liga os municípios de Aparecida do Taboado (MS) e Rubinéia (SP).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADE
Já está em vigor lei que reduz ICMS da energia elétrica para 1 milhão de unidades consumidoras
SAÚDE
Campanha foca em conversa com família para aumentar doação de órgãos
OPERAÇÃO HÓRUS
PM do Vale do Ivinhema apreende mercadorias oriundas do Paraguai avaliadas em 800 mil reais
EDUCAÇÃO
Lei cria programa de fomento à alfabetização nas redes públicas de ensino