Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021

Igreja Católica divulga manifesto sobre crimes contra indígenas

20 novembro 2011 - 19h06Por Assessoria
A Igreja Católica de Dourados, por meio do bispo Dom Redovino Rizzardo, divulgou um manifesto relacionado aos crimes contra os indígenas ocorrido na região de fronteira, como publicado em primeira mão pelo jornal MS Já.

O fato ocorreu na localidade de Ochokue/ Guaiviry, nas proximidades da vila de Tagi, à beira da MS-386, entre Ponta Porã e Amambai. Antes a isso, o MS Já também havia divulgado que um ônibus que levou indígenas para protestar foi raptado e devolvido após negociação com os raptores.

Confira na íntegra:

Manifesto da Igreja Católica de Dourados sobre os crimes perpetrados contra os indígenas

É com sentimentos de frustração e de revolta que tomamos conhecimento de mais um bárbaro ataque perpetrado nesta manhã contra um grupo de índios kaiowá-guarani em Amambai, território da Diocese de Dourados. De acordo com os órgãos de informação, o ataque foi perpetrado por 42 pistoleiros encapuzados e fortemente armados. Seu alvo principal foi o cacique Nísio Gomes, de 59 anos, que acabou executado a tiros.

Não se descarta a possibilidade de haver outras vítimas, já que os assassinos levaram dois jovens e uma criança junto com o corpo do cacique assassinado.

A ação dos criminosos foi respaldada por uma dezena de caminhonetes, fato que revela de onde e por quem foi perpetrado o crime.

Ao mesmo tempo em que lamenta profundamente o novo ataque perpetrado contra os povos indígenas, a Igreja Católica presente na Diocese de Dourados renova seu pedido às autoridades civis, judiciárias e militares para que, de uma vez por todas, recorram a todos os meios para pôr fim uma situação que a todos nos envergonha e oprime, e pede perdão às vítimas de tamanha injustiça e violência, cometida, provavelmente, por pessoas que se dizem cristãs...


Dom Redovino Rizzardo, cs
Bispo diocesano de Dourados

Deixe seu Comentário

Leia Também

HABITAÇÃO
Entrega de títulos de moradias proporciona direito e conquista para centenas de sul-mato-grossenses
ECONOMIA
Trabalho remoto gerou economia de R$ 1,4 bi no Executivo federal
ESTADO
Apesar da pandemia, MS terá o maior crescimento do PIB no país
DOURADOS
Ocorrências violência doméstica "evolui" e trio acaba preso por tráfico e furto pela PM