Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021

Índia e Nepal contam 19 mortes causadas por terremoto

18 setembro 2011 - 21h53Por G1
Autoridades da Índia e do Nepal contabilizam 19 mortos em decorrência do terremoto de magnitude 6,8 que atingiu os dois países no domingo (18). Cinco dessas mortes aconteceram no Nepal, enquanto 14 foram na Índia.

O epicentro do tremor, que aconteceu às 18h10 locais (9h40 de Brasília), foi localizado a 60 km ao noroeste da capital do estado de Sikkim, Gangtok, e a 572 km ao norte de Calcutá, a uma profundidade de 20 km, segundo o Instituto de Geofísica dos Estados Unidos USGS.

De acordo com a agência France Press, Karma Gyatso, autoridade política de Sikkim, confirmou a morte de cinco pessoas e a existência de 60 feridos na região de Gangtok devido a deslizamentos de terra e desabamentos de edifícios. Outra morte foi confirmada por autoridades do país em Bihar, em decorrência de um tumulto que ocorreu logo após o tremor de terra.

O médico Manish Sharma, que assistia a uma conferência em Gangtok, contou à rede NDTV que todas as pessoas que estavam no hotel pularam pelas janelas quando sentiram os primeiros tremores. "Estou em frente ao prédio da Assembleia Legislativa de Gangtok, e vejo um dos prédios externos, cuja parte superior ficou partida em dois", narrou.


O tremor também foi sentido em Butão, Bangladesh e nas cidades indianas de Guwahati, Calcutá e Nova Délhi.

O primeiro-ministro indiano Manmohan Singh, convocou uma reunião de urgência com a Autoridade de Gestão de Catástrofes Nacionais. Aeronaves da Força Aérea da Índia foram encaminhadas para a região.

Embaixada

No vizinho Nepal, o vice-primeiro ministro, Narayan Shrestha Kaji, disse a repórteres que cinco pessoas morreram, três delas em Catmandu, capital do país, situada a 270 km do epicentro do terremoto, devido ao desmoronamento de um muro da embaixada da Grã-Bretanha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÃO DE GOVERNO
Programa milionário para o esporte e investimentos para o setor elétrico ganham destaque
POLÍCIA
PMA de Batayporã autua jovem de 25 anos por maus-tratos a uma cadela Pit Bull
SAÚDE
Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior
REGIÃO
PMA captura tamanduá-bandeira refugiado dentro de depósito em sítio depois de ser acuado por cães