Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021

Jornalista morto a tiros ligou para a esposa após atentado

Jornalista morto a tiros ligou para a esposa após atentado

13 fevereiro 2012 - 18h18Por Midiamax
Minutos antes de receber atendimento médico, após ser atingido por cinco tiros em um atentado que ocorreu por volta das 23h30 deste domingo (12), em Ponta Porã, o jornalista Paulo Roberto Rodrigues Cardoso, 51 anos, ligou para a mulher e em poucas palavras disse o que aconteceu.



“Ele saiu do trabalho e estava vindo para casa. Após os tiros, me ligou e disse: Amor, estou baleado e o Corpo de Bombeiros está vindo me socorrer”, conta a artista plástica Nilda Cardoso, 49 anos. Ela correu para o hospital onde ele foi encaminhado e horas após recebeu a notícia da morte do seu companheiro, com quem foi casada por trinta anos.

Apaixonado pela profissão


Ainda muito abalada com a tragédia, Nilda afirma que Paulo não tinha costume de falar sobre o seu trabalho, por isso nem suspeita o que motivou o crime. “Ele era apaixonado pela profissão, sei que amava muito, mas não comentava nada dentro de casa. Iria completar trinta anos no Jornal da Praça, local onde começou e permaneceu sempre, escrevendo em Polícia, Política e até em outras editorias”, diz Nilda.


Nilda diz que ainda não entrou em contato com a polícia, mas que acompanhará o andamento das investigações, que estão a cargo do delegado Clemir Vieira Júnior, da 1° Delegacia de Ponta Porã, cidade distante a 346 quilômetros de Campo Grande.


O casal tem dois filhos e, nos próximos dias, familiares, colegas de profissão e amigos do jornalista serão interrogados pela polícia. Pelas características, uma das suspeitas da polícia é que o crime seja de pistolagem, que seria um assassinato por encomenda.

Imagens


Desde que tomou conhecimento do crime, o SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Ponta Porã já investiga o caso. Já foram solicitadas imagens de câmeras de prédios existentes na região onde ocorreu o atentado, na Avenida Brasil, no centro da cidade.


De acordo com a esposa da vítima, ele está sendo velado na Capela da Pax Primavera, na saída para Antônio João e o enterro acontecerá amanhã, com o horário ainda a ser definido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GUIA LOPES DA LAGUNA
PMA prendem e autuam infrator por pescar utilizando petrecho ilegal, onde a pesca é proibida
OUTUBRO ROSA
Com foco na prevenção, Conselho leva mulheres com deficiência para realizar exames
OPERAÇÃO PROLEPSE
PMA autua 128 infratores, aplica 33 milhões em multas e realiza orientação em 740 propriedades
POLÍTICA
Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência