Menu
Busca terça, 03 de agosto de 2021

Juiz manda arquivar inquérito sobre morte de PM por policial federal

16 novembro 2011 - 23h32Por CONESUL NEWS
A Justiça mandou arquivar a investigação sobre a morte do policial militar Sandro Álvares Morel atingido pelo policial federal Leonardo de Lima Pacheco, em 8 de maio deste ano, após uma ação mal plamejada envolvendo uma guarda municipal.

O arquivamento foi justificado após depoimentos de testemunhas, do agente da PF, do outro policial militar envolvido e provas periciais indicam que Leonardo Pacheco agiu em legítima defesa e Sandro com imperícia.

“... conclui-se que o acervo probatório é uniforme e seguro no sentido de que o investigado reagiu a uma injusta agressão, pois estava em sua residência quando teve sua residência invadida por um Policial Militar que não se identificou de forma suficiente, e que de posse de uma arma de fogo iniciou agressão física contra aquele, consistente em tentar agarrá-lo pelo colarinho de sua camisa e determinar que se deitasse no chão, sendo contudo confundido tal Policial Militar com um bandido, o que desencadeou contra esta pessoa, a reação do Policial Federal Leonardo de Lima Pacheco, o qual disparou várias vezes com o intuito de defender-se”, consta no despacho judicial.

Com a decisão, a Justiça confirma que foi Leonardo quem matou Sandro, considera que ele fez os disparos porque não tinha outra opção e o livra de condenação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTADO
Apesar da pandemia, MS terá o maior crescimento do PIB no país
DOURADOS
Ocorrências violência doméstica "evolui" e trio acaba preso por tráfico e furto pela PM
POLÍCIA
Polícia Militar apreende 61 kg de maconha em veículo furtado no estado de São Paulo
BRASIL
Vendas de automóveis têm queda de 8,4% em julho comparado a 2020