Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021

Liberado, Ganso volta a trabalhar com bola e pode jogar neste sábado contra o Atlético-PR

27 outubro 2011 - 23h10Por ESPN
Liberado pelo departamento médico do Santos após se recuperar de uma lesão de grau 2 no músculo posterior da coxa esquerda, o meia Paulo Henrique Ganso voltou a trabalhar com bola, no treino da manhã desta quinta-feira, no CT Rei Pelé. O jogador participou normalmente da atividade e pode ser a grande novidade da equipe para o duelo com o Atlético-PR, marcado para sábado, às 18 horas (horário de Brasília), no Pacaembu.

"O Ganso é importantíssimo para nós. A pior coisa para qualquer atleta é ficar machucado, no departamento médico. Por isso, quando você volta para o campo com os demais jogadores é uma alegria. Além do que é muito bom ter um atleta da qualidade do Paulo de volta. Agora, cabe ao Ganso junto com a comissão técnica e os médicos determinarem se ele volta contra o Atlético-PR ou na próxima rodada, contra o Vasco (na Vila Belmiro)", destacou o zagueiro Edu Dracena.

A participação de Ganso no jogo contra o Furacão ainda não é certa, pois a comissão técnica vem trabalhando com calma essa situação. Por outro lado, o lateral esquerdo Léo e o atacante Borges, que também estão recuperados de lesões, devem reforçar o time santista na partida contra os paranaenses, bem como o meia Felipe Anderson, que está de volta após participar da fraca campanha da Seleção Brasileira sub-20 nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara, no México.

O lateral direito Pará, que foi submetido recentemente a uma cirurgia no menisco medial do joelho esquerdo, foi outro jogador a correr ao redor do gramado do CT Rei Pelé. No entanto, ainda não foi estipulada uma data para o seu retorno aos jogos oficiais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Semana de redução das chuvas em Mato Grosso do Sul
SAÚDE
Pfizer entrega mais 1,3 milhão de doses de vacina ao Brasil
CULTURA
Festival da Literatura Indígena terá palestras, oficinas e música
ECONOMIA
Crescem reclamações sobre cobranças indevidas de crédito consignado