Menu
Busca sexta, 18 de junho de 2021

Menino de dois anos é infectado por Leishmaniose e Dourados intensifica combate a doença

16 maio 2012 - 09h52Por Mídia Max
Com o primeiro caso de leishmaniose em humanos registrado este ano na cidade de Dourados, distante a 225 quilômetros de Campo Grande, o serviço de vigilância da cidade intensificou as atividades nos bairros da cidade, com borrifação nas casas e educação ambiental.

O paciente infectado foi um menino de dois anos de idade. Ele foi internado no HU (Hospital Universitário) de Dourados, obteve a medicação, já recebeu alta e passa bem. Segundo Eduardo Marcondes, diretor de vigilância e saúde, o lixo que permanece no fundo das casas seria um dos principais focos para a reprodução da doença.

“Intensificamos as ações de educação sanitária para melhoria da população, mas já tínhamos cães positivos, então o risco de transmissão é o mesmo. E, por determinação da prefeitura, intensificamos as atividades com visitas nas casas e borrifação”, afirma Marcondes.

Combate à doença

Em abril de 2012, foi sancionada a lei 12.604, que institui a Semana Nacional de Combate e Controle à Leishmaniose, de autoria do senador Inácio Arruda. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a leishmaniose é uma das seis doenças tropicais de maior relevância mundial e ocupa o segundo lugar, depois da malária, entre as infecções por protozoários que acometem os seres humanos.

Essa doença é transmitida ao homem pela picada de fêmeas do mosquito vetor (flebotomíneo) infectado, tendo como reservatórios os animais silvestres e os cães. É uma doença de evolução crônica, com acometimento sistêmico e, se não tratada, pode levar ao óbito até 90% dos casos humanos.

Sintomas

A leismaniose possui sintomas como febre, dores abdominais, vômito e emagrecimento. O diagnóstico é lento, principalmente por conta dos cuidados que devem ser realizados ao paciente infectado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Neno Razuk solicita construção de um Pronto-Socorro no Hospital Regional de Ponta Porã
DIREITOS HUMANOS
Número de crianças vítimas de acidente de trabalho cresceu 30% em 2020
PGE
PGE publica resolução que padroniza compra e venda de imóvel
SAÚDE
Transmissão de doenças respiratórias está elevada em quase todo o país